SÓ PARA HOMENS:Os novos pneus da Michelin e S.Cargo - a super bicicleta do futuro

A nova concepção de rodas. A próxima geração de pneus da Michelin

Estes pneus são de ventilação e prevê-se muito rapidamente o seu aparecimento no mercado.
A. Fim das válvulas de ar
B. Fim dos compressores de ar nas estações de serviço
C. Fim dos kits de reparação
D. Fim dos furos
Estas são fotografias reais tiradas na pista da Michelin da Carolina do Sul.

E, então? Gostam?

Quem é amiga, quem é?????????

S-cargo.mov - a bicicleta ideal do futuro

Domingo , 06 de Julho DE 2014

S.Cargo - a bicicleta do futuro

https://www.youtube.com/watch?v=qDXEngeRvt4

 

LauraBM às 22:37
Quarta-feira , 05 de Fevereiro DE 2014

A felicidade está nas coisas simples... e pronto !!!

 

A namorada sonhada

 

 

Quando tinha 14 anos, esperava ter uma namorada algum dia.

 

Quando tinha 16 anos tive uma namorada, mas não tinha paixão.

Então percebi que precisava de uma mulher apaixonada, com vontade de viver.

 

Na faculdade saí com uma mulher apaixonada, mas era emocional demais. Tudo era terrível, era a rainha dos problemas, chorava o tempo todo e ameaçava suicidar-se.

Então percebi que precisava de uma mulher estável.

 

Quando tinha 25 encontrei uma mulher bem estável, mas chata. Era totalmente previsível e nada a excitava.

A vida tornou-se tão monótona, que decidi que precisava de uma mulher excitante.

 

Aos 28 encontrei uma mulher excitante, mas não consegui acompanhá-la. Ia de um lado para o outro sem se deter em lugar nenhum. Fazia coisas impetuosas, que me fizeram sentir tão miserável como feliz. No começo foi divertido e eletrizante, mas sem futuro.

Então decidi buscar uma mulher com alguma ambição.

 

Quando cheguei nos 31, encontrei uma mulher inteligente, ambiciosa e com os pés no chão. Decidi casar-me com ela. Era tão ambiciosa que pediu o divórcio e ficou com tudo o que eu tinha.

 

Hoje, com 40 anos, gosto de mulheres com mamas grandes. E pronto!

----------------------------------

Luís Fernando Veríssimo

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 14:23
Terça-feira , 04 de Fevereiro DE 2014

O sonhador

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 15:11
Segunda-feira , 03 de Fevereiro DE 2014

A factura da vaca

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 14:38
Sexta-feira , 05 de Outubro DE 2012

Só para divertir

 

 

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 14:56
Domingo , 16 de Outubro DE 2011

Serve a carapuça aos portugueses

Não é só aos brasileiros que este dístico serve,

também enquadra lindamente com os portugueses.

 

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:20
Domingo , 02 de Outubro DE 2011

Piadas 2 - Homens

AMIZADE MASCULINA É FOGO

 

AS AMIGAS DA MULHER
A esposa passou toda a noite fora de casa.
Na manhã seguinte, explicou ao marido que tinha dormido na casa da melhor amiga.
O marido telefonou então para 10 das suas melhores amigas, mas nenhuma delas o confirmou.

OS AMIGOS DO MARIDO
O marido passou toda a noite fora de casa.
Na manhã seguinte, explicou à mulher que tinha dormido na casa do seu melhor amigo.
A esposa telefonou então para 10 dos melhores amigos do marido.
Cinco deles confirmaram que ele tinha passado lá a noite.
Os outros 5, além de confirmarem que ele passou lá a noite, garantem que ele ainda está lá dormindo!

 

LOIROS
Sim, porque também os há né mesmo?

Dois gajos loiros estavam a trabalhar para Departamento de Urbanismo.
Um escavava um buraco e o outro vinha atrás e voltava a encher o buraco.
Trabalharam um lado e outro da rua.
Passaram à rua seguinte. Sem nunca descansar. Um escavava um buraco e outro enchia o buraco outra vez.
Um espectador divertido com a situação, mas não entendendo o porquê do que eles faziam foi perguntar ao cavador:
- Estou impressionado com o esforço que os dois põem no trabalho, mas não compreendo porque é que um escava um buraco e, mal acaba, o parceiro vem atrás e volta a enchê-lo.
O cavador limpando a testa suspira:
- Bem, isto pode parecer estranho porque normalmente somos três homens na equipa, mas hoje o gajo que planta as árvores telefonou a dizer que está doente.

 

VERGONHA

O amigo chega pro Zé e fala:
- Ô Zé, sua muié tá te traindo com Arcides.
- Magina! Ela num me trai não. Cê tá inganado.
- Óia Zé ! Toda vez que ocê sai prá trabaiá o Arcides vai prá sua casa.
Indignado com que o amigo diz, o Zé finge que sai de casa mas se esconde dentro do guarda roupa.
Passadas umas horas, quem bate na porta? O Arcides ....
O Zé fica olhando pela fresta da porta do guarda roupa que está entreaberta e logo vê:
Sua muiê leva o Arcides para dentro do quarto e começa a sacanagem:
tira a brusa e os peito cai; tira a carcinha e a barriga e a bunda cai; tira as meia e aparece aquelas varizarada toda...

E lá de dentro do guarda roupa o Zé põe as mãos no rosto e diz:
- Ai, meu Deus! Que vergonha do Arcides!!!

 

QUEM PERGUNTA…

Na cama, o marido vira-se para a jovem esposa e pergunta:

- Querida, diz-me: Eu fui o primeiro homem da tua vida?

Ela olha para o marido e responde:

- Pode ser... A tua cara não me é estranha...

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:34
Sábado , 10 de Setembro DE 2011

FALECEU ONTEM!

Faleceu ontem, por volta das 
três horas da madrugada,
de mal súbito,
minha tristeza cansada !
Deixa a mim, seu único filho
uma adoptiva de verdade 
que há tempos andava escondida :
Felicidade !
Não houve sepultamento.
Foi entregue em céu aberto...
Deixou viúvo meu pensamento,
de todo sonho desperto!
Acompanharam o ato fúnebre :
a noite em negrume,
as estrelas, a lua e o vento,
um enorme sentimento
de paz...
Em sua lápide, um pensamento gravado por eterno tempo:
TRISTEZA, AQUI JAZ !

-------------------

José Geraldo Martinez 

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:55
Quarta-feira , 10 de Agosto DE 2011

Homens dos 20 aos 90 - Poema

Aos 20 têm ataques: são quase sempre... de sexo.

Aos 80 são achaques: e, quantas vezes... de nexo.

 

Aos 30 têm saudades das mãezinhas inda vivas.

Saudades das liberdades que esposas têm cativas.

 

Aos 40 é o cabelo que incomoda, a rarear.

Uma dor de cotovelo: o bigode a branquear.

 

Aos 50 as barriguinhas, um tanto proeminentes;

mas deitam às jovenzinhas olhares pouco decentes.

 

Aos 60, convencidos, talvez por falta de espelhos,

querem divórcio; casar com jovens. Não se acham velhos!

 

Aos 70, finalmente, enxergam a companheira.

Que bom, se um homem doente tem carinho e enfermeira.

 

Aos 80 são ataques tentando lembrar de... sexo;

porque aos 20 eram achaques, mas só por falta de... nexo!

 

Se passarem dos 90, sem o tal do «alemão»,

toda a gente os cumprimenta: Mente sã... o corpo, não!

------------------------

15/06/2010

Laura B. Martins

Soc. Port. Autores nº 20958

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:39
Domingo , 17 de Julho DE 2011

Para a geração dos 30

A juventude de hoje, na faixa que vai até aos 20 anos, está perdida.
E está perdida porque não conhece os grandes valores que orientaram os que hoje rondam os trinta.
O grande choque, entre outros nessa conversa, foi quando lhe falei no Tom Sawyer.

"Quem? ", perguntou ele. Quem?! Ele não sabe quem é o Tom Sawyer!

Meu Deus... Como é que ele consegue viver com ele mesmo?
A própria música:
"Tu que andas sempre descalço, Tom Sawyer, junto ao rio a passear, Tom Sawyer, mil amigos deixarás, aqui e além..." era para ele como o hino senegalês cantado em mandarim.

Claro que depois dessa surpresa, ocorreu-me que provavelmente ele não conhece outros ícones da juventude de outrora.
O D'Artacão, esse herói canídeo, que estava apaixonado por uma caniche; Sebastien et le Soleil, combatendo os terríveis Olmecs; Galáctica, que acalentava os sonhos dos jovens, com as suas naves triangulares; O Automan, com o seu Lamborghini que dava curvas a noventa graus; O mítico Homem da Atlântida, com o Patrick Duffy e as suas membranas no meio dos dedos; A Super Mulher, heroína que nos prendia à televisão só para a ver mudar de roupa (era às voltas, lembram-se?); O Barco do Amor, que apesar de agora reposto na Sic Radical, não é a mesma coisa. Naquela altura era actual...
E para acabar a lista, a mais clássica de todas as séries, e que marcou mais gente numa só geração : O Verão Azul.
Ora bem, quem não conhece o Verão Azul merece morrer. Quem não chorou com a morte do velho Shanquete, não merece o ar que respira.
Quem, meu Deus, não sabe assobiar a música do genérico, não anda cá a fazer nada.

Depois há toda uma série de situações pelas quais estes jovens não passaram, o que os torna fracos:
Ele nunca subiu a uma árvore! E pior, nunca caiu de uma. É um mole. Ele não viveu a sua infância a sonhar que um dia ia ser duplo de cinema.
Ele não se transformava num super-herói quando brincava com os amigos. Ele não fazia guerras de cartuchos, com os canudos que roubávamos nas obras e que depois personalizávamos. Aliás, para ele é inconcebível que se vá a uma obra.
Ele nunca roubou chocolates no Pingo-Doce. O Bate-pé para ele é marcar o ritmo de uma canção.

Confesso, senti-me velho...

Esta juventude de hoje está a crescer à frente de um computador.
Tudo bem, por mim estão na boa, mas é que se houver uma situação de perigo real, em que tenham de fugir de algum sítio ou de alguma catástrofe, eles vão ficar à toa, à procura do comando da Playstation e a gritar pela Lara Croft.

Óbvio, nunca caíram quando eram mais novos. Nunca fizeram feridas, nunca andaram a fazer corridas de bicicleta uns contra os outros.
Hoje, se um miúdo cai, está pelo menos dois dias no hospital, a levar pontos e fazer exames a possíveis infecções, e depois está dois meses em casa
fazer tratamento a uma doença que lhe descobriram por ter caído. Doenças com nomes tipo "Moleculum infanticus", que não existiam antigamente.

No meu tempo, se um gajo dava um malho muitas vezes chamado de "terno" nem via se havia sangue, e se houvesse, não era nada que um bocado de terra espalhada por cima não estancasse.

Eu hoje já nem vejo as mães virem à rua buscar os putos pelas orelhas, porque eles estavam a jogar à bola com os ténis novos.
Um gajo na altura aprendia a viver com o perigo. Havia uma hipótese real de se entrar na droga, de se engravidar uma miúda com 14 anos, de apanharmos tétano num prego enferrujado, de se ser raptado quando se apanhava boleia para ir para a praia.
E sabíamos viver com isso. Não estamos cá? Não somos até a geração que possivelmente atinge objectivos maiores com menos idade?
E ainda nos chamavam geração "rasca"...
Nós éramos mais a geração "à rasca", isso sim. Sempre à rasca de dinheiro, sempre à rasca para passar de ano, sempre à rasca para entrar na
universidade, sempre à rasca para tirar a carta, para o pai emprestar o carro. Agora não falta nada aos putos.
Eu, para ter um mísero Spectrum 48K, tive que pedir à família toda para se juntar e para servir de presente de anos e Natal, tudo junto.
Hoje, ele é Playstation, PC, telemóvel, portátil, Gameboy, tudo.
Claro, pede-se a um chavalo de 14 anos para dar uma volta de bicicleta e ele pergunta onde é que se mete a moeda, ou quantos bytes de RAM tem aquela versão da bicicleta.

Com tanta protecção que se quis dar à juventude de hoje, só se conseguiu que 8 em cada dez putos sejam cromos.
Antes, só havia um cromo por turma. Era o totó de óculos, que levava porrada de todos, que não podia jogar à bola e que não tinha namoradas.

É certo que depois veio a ser líder de algum partido, ou gerente de alguma empresa de computadores, mas não curtiu nada.
------------------
05/09/2007
Artigo de Nuno Markl
* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:27
Quarta-feira , 08 de Junho DE 2011

É DURO SER HOMEM...

SER HOMEM É ......


Sentir a dor física e moral de uma bolada no saco.
A tortura de ter que usar terno no verão.
O suplício de fazer a barba todo dia.
O desespero de uma cueca apertada.
A loucura que é fingir indiferença diante de uma mulher  sem sutiã.
A loucura que é resistir a olhar para umas pernas fora de uma mini-saia curta.
Ir a praia e resistir a olhar para aquele mulherão deitado a seu lado.
Viver sob o permanente risco de ter que entrar numa briga.
Pilotar a churrasqueira nos fins de semana enquanto todos se divertem.
Ter sempre que resolver os problemas do carro.
Ter que reparar na roupa nova dela.
Ter que reparar que ela mudou de perfume.
Ter que reparar que ela trocou a tintura do cabelo de  Imedia 713 para 731 louro bege salmon 81-56 plus up light forever.
Ter que reparar que ela cortou o cabelo, mesmo que seja  somente um centímetro.
Ter que jamais reparar que ela tem um pouco de celulite.
Ter que jamais dizer que ela engordou, mesmo que isto  seja a pura verdade.
Ter que conversar sobre aplicações, debêntures,  dólares, commodities, marcos,CDBs e RDBs, mesmo que o seu salário mal dê para chegar ao final do mês.
Trabalhar pra cacete em prol de uma família que reclama  que você trabalha pra cacete!
Desviar os olhos do decote da secretária, que se faz de distraída.
Trabalhar com mulher!!!
(aqui para nós, diga se é  possível discutir a sério um assunto de trabalho com alguém que use batom vermelho, perfume atrás da orelha, cabelos soltos que balançam ao vento  e saia curta e justa? E quando ela cruza as pernas ????)
Ter a obrigação de ser um atleta sexual.
Viver sob a eterna tensão da primeira broxada.
Ter a suspeita que ela, com todos aqueles suspiros e gemidos, só está tentando nos incentivar.
Ouvir um NÃO, virar conformado para o lado e dormir,  apesar da vontade de quebrar todo o quarto e fazer um escândalo.
Se esforçar para lembrar a escalação da seleção de 70 enquanto espera ela gozar primeiro.
Entrar numa boate de strip-tease, dessas repletas de garotas baratas alegando pura "curiosidade antropólogica".
Ter que ouvi-la dizer que está sem roupa.
Parar para almoçar no domingo na casa dos sogros, discutir política com aquele velho reacionário, tratar bem os sobrinhos e se controlar para não dar na cara do irmão cara de pau dela, que veio pedir dinheiro emprestado de novo!!!
Depois elas ainda acham que é fácil, só  porque nós não menstruamos!!!
------------------
( Autor não citado )
* TAGS = Temas do blog (Clique em cima): ,
LauraBM às 23:34
Terça-feira , 10 de Maio DE 2011

A Loja de Maridos

Acaba de ser inaugurada em New York, The Husband Store, uma nova e incrível loja, onde as damas vão escolher um marido.

Na entrada, as clientes recebem instruções de como a loja funciona:
"Você pode visitar a loja APENAS UMA VEZ! São seis andares e os atributos dos maridos à venda melhoram à medida que você sobe os andares. Mas há uma restrição: -Você pode comprar o marido de sua escolha num andar ou subir mais um.
MAS NÃO PODE DESCER, a não ser para sair da loja, directamente para a rua".
 
Assim, uma dama foi até a Loja para escolher um marido.
 
No primeiro andar, um cartaz na porta:
Andar 1 –- Aqui todos os homens tem bons empregos.
No segundo andar, o cartaz dizia:
Andar 2 - Aqui os homens tem bons empregos e adoram crianças.
No terceiro andar, o aviso dizia:
Andar 3 - Aqui os homens tem óptimos empregos, adoram crianças e são todos bonitões.
“Uau!" disse ela, mas foi tentada e subiu mais um andar.
No andar seguinte, o aviso:
Andar 4 - Aqui os homens tem óptimos empregos, adoram crianças, são bonitos e adoram ajudar nos trabalhos domésticos.
"Ai, meu Deus", disse a mulher, mas continuou subindo.
No andar seguinte, o aviso:
Andar 5 - Aqui os homens tem óptimos empregos, adoram crianças, são bonitões, adoram ajudar nos trabalhos domésticos, e ainda são extremamente românticos.
Ela vacilou, mas subiu até o sexto andar e encontrou o seguinte aviso:
Andar 6 - Você é a visitante número 6.980 neste andar.
"Não existem homens à venda aqui.
Este andar existe apenas para provar como é difícil contentar uma mulher.
Obrigado por visitar a Loja de Maridos".
 
No dia seguinte abriu uma nova loja do outro lado da rua, a Loja de Esposas, também com seis andares e idêntico regulamento para os compradores masculinos.
 
No Andar 1 - mulheres bonitas que adoram fazer sexo. 
Os Andares superiores nunca foram visitados.
* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:59
Domingo , 10 de Abril DE 2011

Tempos Modernos

- Mãe, vou casar.
- Jura, meu filho ?! Estou tão feliz ! Quem é a moça ?
- Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Murilo.
- Você falou Murilo... ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno surto psicótico?
- Eu falei Murilo. Por que, mãe ? Tá acontecendo alguma coisa ?
- Nada, não... Só minha visão que esta um pouco turva. E meu coração, que talvez dê uma parada. No mais, tá tudo óptimo.
- Se você tiver algum problema em relação a isto, melhor falar logo...
- Problema ? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora... Ou isso ...
- Você vai ter uma nora. Só que uma nora... meio macho. Ou um genro meio fêmea. Resumindo: uma nora quase macho, tendendo a um genro quase fêmea...
- E quando eu vou conhecer o meu... a minha... o Murilo ?
- Pode chamar ele de Biscoito. É o apelido.
- Tá ! Biscoito... Já gostei dele. Alguém com esse apelido só ser uma pessoa bacana. Quando o Biscoito vem aqui ?
- Por que ?
- Por nada. Só pra eu poder desacordar seu pai com antecedência.
- Você acha que o papai não vai aceitar ?
- Claro que vai aceitar! Lógico que vai. Só não sei... se ele vai sobreviver... Mas isso também é uma bobagem. Ele morre sabendo que você achou sua cara-metade. E olha que espectáculo: as duas metades com bigode...
- Mãe, que besteira... hoje em dia... praticamente todos os meus amigos são gays.
- Só espero que tenha sobrado algum que não seja... pra poder apresentar pra tua irmã.
- A Bel já tá namorando.
- A Bel? Namorando ?! Ela não me falou nada... Quem é ?
- Uma tal de Veruska.
- Como ?
- Veruska...
- Ah !, bom! Que susto! Pensei que você tivesse falado Veruska.
- Mãe !!!...
- Tá..., tá..., tudo bem...Se vocês são felizes. Só fico triste porque não vou ter um neto ...
- Por que não ? Eu e o Biscoito queremos dois filhos. Eu vou doar os espermatozóides. E a ex-namorada do Biscoito vai doar os óvulos.
- Ex-namorada ? O Biscoito tem ex-namorada ?
- Quando ele era hetero. A Veruska.
- Que Veruska ?
- Namorada da Bel...
- "Peraí". A ex-namorada do teu atual namorado... E a atual namorada a tua irmã... que é minha filha também... que se chama Bel. É isso? Porque eu me perdi um pouco...
- É isso. Pois é... a Veruska doou os óvulos. E nós vamos alugar um útero.
- De quem ?
- Da Bel.
- Mas... logo da Bel ?! Quer dizer então... que a Bel vai gerar um filho teu e do Biscoito. Com o teu espermatozóide e com o óvulo da namorada dela, que é a Veruska ?!?...
- Isso.
- Essa criança, de uma certa forma, vai ser tua filha, filha do Biscoito, filha da Veruska e filha da Bel.
- Em termos...
- A criança vai ter duas mães : você e o Biscoito. E dois pais: a Veruska e a Bel.
- Por aí...
- Por outro lado, a Bel...,além de mãe, é tia... ou tio... porque é tua irmã.
- Exacto. E ano que vem vamos ter um segundo filho. Aí o Biscoito é que entra com o espermatozóide. Que dessa vez vai ser gerado no ventre da Veruska... Com o óvulo da Bel. A gente só vai trocar.
- Só trocar, né ? Agora o óvulo vai ser da Bel. E o ventre da Veruska.
- Exacto!
- Agora eu entendi ! Agora eu realmente entendi...
- Entendeu o que?
- Entendi que e uma espécie de swing dos tempos modernos !
- Que swing, mãe ?!!...
- É swing, sim ! Uma troca de casais... com os óvulos e os espermatozóides, uma hora no útero de uma, outra hora no útero de outra...

- Mas...
- Mas uns tomates! Isso é um bacanal de última geração ! E pior... com incesto no meio.
- A Bel e a Veruska só vão ajudar na concepção do nosso filho, só isso...
- Sei !!! ... E quando elas quiserem ter filhos...
- Nós ajudamos.
- Quer saber ? No final das contas não entendi mais nada. Não entendi quem vai ser mãe de quem, quem vai ser pai de quem, de quem vai ser o útero, o espermatozóide... A única coisa que eu entendi é que...
- Que... ?
- Fazer árvore genealógica daqui pra frente... vai ser uma MEEERRRDAAA....

---------------------------

Luiz Fernando Veríssimo

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:39
Quinta-feira , 10 de Março DE 2011

Como um advogado termina o namoro

Prezada Otaviana de Albuquerque Pereira Lima da Silva e Souza
Face aos acontecimentos de nosso relacionamento, venho por meio desta,na qualidade de homem que sou, apesar de Vossa Senhoria não me deixar demonstrar, uma vez que não me foi permitido devassar vossa lascívia, retratar-me formalmente, de todos os termos até então empregados à sua pessoa, o que faço com supedâneo no que segue:
 
A) DA INICIAL MÁ-FÉ DE VOSSA SENHORIA:
1.1. CONSIDERANDO QUE nos conhecemos na balada e que nem precisei perguntar seu nome direito, para logo chegar lhe beijando;
1.2. CONSIDERANDO seu olhar de tarada enquanto dançava na pista esperando eu me aproximar.
2.3. CONSIDERANDO QUE com os beijos nervosos que trocamos naquela noite, V.Sa. me induziu a crer que logo estaríamos explorando nossos corpos, em incessante e incansável atividade sexual. Passei então a me encontrar com Vossa Senhoria.
 
B) DOS PREJUÍZOS EXPERIMENTADOS:
2.1. CONSIDERANDO QUE fomos ao cinema e fui eu quem paguei as entradas, sem se falar no jantar após o filme.
2. 2. CONSIDERANDO QUE já levei Vossa Senhoria em boates das mais badaladas e caras, sendo certo que fui eu, de igual sorte, quem bancou os gastos.
2. 3. CONSIDERANDO QUE até à praia já fomos juntos, sem que Vossa Senhoria gastasse um centavo sequer, eis que todos os gastos
eram por mim experimentados, e que Vossa Senhoria não quis nem colocar biquíni, alegando que estava ventando muito.
 
C) DAS RAZÕES DE SER DO PRESENTE:
 
3.1. CONSIDERANDO AINDA QUE até a presente data, após o longínquo prazo de duas semanas, Vossa Senhoria não me deixou tocar, sequer na sua panturrilha.
3.2. CONSIDERANDO QUE Vossa Senhoria ainda não me deixa encostar a mão nem na sua cintura com a alegaçãozinha barata de que sente cócegas.
 
D) DECIDO SOBRE NOSSO RELACIONAMENTO O SEGUINTE:
 
4.1. Vá até a mulher de vida vairada que também é sua progenitora, pois eu não sou mais um ser humano do sexo masculino que usa calças curtas e a atividade sexual não é para mim, um lazer, mas sim uma necessidade premente.
4.2. Não me venha com  "colóquios flácidos para acalentar bovinos" (conversa pra boi dormir) de que pensava que eu era diferente.
4.3. Saiba que vou te processar por me iludir aparentando ser a mulher dos meus sonhos, e, na verdade, só me fez perder tempo, dinheiro e jogar elogios fora,além de me abalar emocionalmente.
 
Sinceramente, sem mais para o momento, fique com meu cordial, "vá tomar no meio do olho do orifício rugoso localizado na região infero-lombar de sua anatomia" que esse relacionamento já inflou o volume da minha bolsa escrotal! 
Dou assim por encerrado o nosso relacionamento, nada mais subsistindo entre nós, salvo o dever de indenização pelos prejuízos causados.
 
Atenciosamente,
Lucio Emilio de Matos Viana Junior
* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 18:54
Quinta-feira , 10 de Fevereiro DE 2011

A pescaria

Carta de um pescador aos pescadores..
Depois que me aposentei não aguento ficar em casa. Prefiro para passar meu tempo fazendo aquilo que eu mais gosto! - Pescar.
Comprei um pequeno barco de pesca e tentei várias vezes levar minha esposa comigo, mas ela nunca gostou de pescarias.
Finalmente, um dia, na lojinha de pesca do meu bairro, conheci e comecei a conversar com a Raimundinha, funcionária da loja, que por coincidência também adora pescar e em função das nossas afinidades sobre pesca, acabou surgindo uma grande amizade.
Como eu disse, minha esposa detesta pescaria.
Ela não somente recusa a participar connosco das pescarias, como também reclama que eu gasto muito tempo pescando, às vezes 3 dias.
Algumas semanas atrás, Raimundinha e eu tivemos uma das nossas melhores pescarias.
Eu não somente pesquei um belíssimo tucunaré, como nunca tinha visto, como logo após, Raimundinha pescou um igualzinho!
Então eu tirei uma foto da Raimundinha segurando os dois tucunarés que pescamos.
Mostrei a foto para minha esposa, pensando que, talvez, vendo a foto, e o tamanho dos peixes, ela passasse a se interessar pelas minhas pescarias.
Ela não só não gostou, como me proibiu de voltar a pescar.
Disse também para que eu vendesse meu barco!
Acho que ela não gosta de ver eu me divertindo e desestressando!

Pergunto: O que devo fazer? Falo para minha esposa para esquecer tudo isso e continuo com as minhas pescarias, ou vendo o meu barco como ela insiste?
Gostaria da opinião de vcs...
Obrigado..

P.S. Abaixo, foto da Raimundinha com os dois tucunarés, no nosso dia de glórias...
MULHER VÊ MALDADE EM TUDO !!!

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:15
Segunda-feira , 10 de Janeiro DE 2011

Declaração sob a óptica masculina...

E se algum filho da mãe disser o contrário disto... Tem que se haver comigo!
----------------

Laura B. Martins

Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher.
Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção. Não temos a menor ideia de qual seja seu manequim. Nossa avaliação é visual.  Isso quer dizer, se tem forma de guitarra...
Está bem.  Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas.
As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheiinhas,
femininas....
Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fracção de segundo.

As magrinhas que desfilam nas passarelas seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays, odeiam as mulheres e com elas competem.

Suas modas são rectas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los.

Não há beleza mais irresistível na mulher  do que a feminilidade e a doçura. Inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa.
Os cabelos, quanto mais longos, melhor. Para andar com os cabelos curtos, bastam os nossos.
As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas. Por que razão as cobrem com calças longas? Para que se confundam connosco?

Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto.
Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim.

Ocultar essas formas é como ter o melhor sofá embalado no sótão. É essa a lei da natureza....
Que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulímica e nervosa, logo procura uma amante cheiinha, simpática, tranquila e cheia de saúde, é um facto.

Entendam de uma vez! Trate de agradar a nós e não a vocês.
Porque nunca terão uma referência objectiva do quanto são lindas, dita por uma mulher.
Nenhuma mulher vai  reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.

As jovens são lindas....
Mas as de 40 para cima são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o Atlântico a nado.
O corpo muda... Cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas, que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18.

Entretanto, uma mulher de 40, que entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se autodestruindo.
Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar a sua natural tendência para as culpas.
Ou seja, aquela que quando  tem que comer, come com vontade (a dieta virá em Setembro, não antes);
quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se queixa e não sofre);
quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com  vontade;
quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias não lhes tira a beleza.  São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spa...
Viveram!

O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados,  ninados, e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesáreas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos.
Cuidem-se! Amem-se! A beleza é tudo isto. Tudo junto!
-----------------------
4/06/2008

(busquei a autoria na net sem encontrar. Se alguém souber é favor deixar um comentário)

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:48
Sexta-feira , 24 de Dezembro DE 2010

Desejos natalícios

Renascimento

 

 

Um dia virá em que as mulheres sairão vitoriosas conduzindo os homens.

 

Este será o meu pedido para o Pai Natal deste ano/2010.

 

E não admito risinhos da classe masculina, ouviram?

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:25
Segunda-feira , 20 de Dezembro DE 2010

Frases-2

As mulheres perdidas são as mais procuradas pelos homens.

 

Amigo meu não tem defeito. Inimigo, se não tiver, eu ponho.

 

Mulher não vale nada, até pobre tem.

 

Todo idiota tem um dom divino: O dom de ser idiota!

Um dia todos saberão o que se passa na cabeça de uma mulher. O problema será parar de rir...

 

Sabe o que é meia idade? É a altura da vida em que o trabalho  já não dá prazer e o prazer já começa a dar trabalho!!!

 

Amigo é igual a parafuso, a gente só conhece na hora do aperto.

 

Depois dos 40 anos, a única coisa que o médico deixa um homem comer com gordura, é a sua própria mulher...

 

Enquanto o meu patrão fizer de conta que eu ganho muito, eu faço de conta que trabalho muito!...

 

Casamento começa em Motel e termina em "pensão"!

 

"O Amor é como a relva! Você planta e ela cresce!

Aí vem uma vaca e acaba com tudo!..."

 

O único homem que não pode viver sem mulheres é o ginecologista.

 (Arthur Schopenhauer)

 

"Ironia do destino é quando um jardineiro tem um filho florzinha e uma filha trepadeira ....."

 

"Às vezes é melhor ficar quieto e deixar que pensem que você é um idiota, do que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida."

 

Nunca bata em um homem quando estiver caído... a não ser que você  tenha certeza que ele não se vai levantar...

 

FRASE DO DIA: "Para uma alimentação saudável, coma mulheres de fibra."

 

ADESIVOS COLADOS EM CARROS:

 

O homem foi feito primeiro que a mulher, para a mulher não dar palpite."

(colado em um FUSCA)

"Respeite a mulher do próximo, principalmente se o próximo estiver muito próximo."

(colado em um Gol)

"Se você estiver sem calcinha, dá uma risadinha"
(colado em uma pick-up)


"Na subida ... paciência, na descida, dá licença!"
(colado em uma F-1000)

 

"Como estou dirigindo? Mal? Que se lixe, o carro é meu!" 
(colado em uma pick-up de lavandaria)

"Feliz foi Adão que não teve sogra e nem caminhão."
(colado na traseira de um caminhão)

 

Não sou um tipo completamente inútil... Ao menos sirvo de mau exemplo.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:33
Quarta-feira , 10 de Novembro DE 2010

Ser português....... tem a sua graça!

SER PORTUGUÊS É:


Levar arroz de frango para a praia.
Guardar aquelas cuecas velhas para polir o carro
Ter tido a última grande vitória militar em 1385.
Guiar como um maníaco e ninguém se importar com isso.
Levar a vida mais relaxada da Europa, mesmo sendo os últimos de todas as listas.
Ter sempre marisco, tabaco e álcool a preços de saldo.
Receber visitas e ir logo mostrar a casa toda.
Por os máximos para avisar os outros condutores da polícia adiante.
Ter o resto do mundo a pensar que Portugal é uma província espanhola.
Exigir que lhe chamem "Doutor" mesmo sendo um Zé Ninguém.
Passar o domingo no "shopping".
Tirar a cera dos ouvidos com a chave do carro ou com a tampa da esferográfica.
Açaçinar o Portuguêz ao eskrever.
Ir à aldeia todos os fins-de-semana visitar os pais ou avós.
Gravar os "donos da bola".
Ter diariamente pelo menos 8 telenovelas brasileiras na TV.
Já ter "ido à bruxa".
Ter filhos baptizados e de catecismo na mão mas nunca pôr os pés na igreja.
Ir de carro para todo o lado, aconteça o que acontecer.
Ter evacuado as Amoreiras no 11 de Setembro 2001.
Viver mal, e dizer que o governo que temos é bom.
Graças a Deus, não ser espanhol.
Lavar o carro na fonte ao domingo.
Não ser racista, mas abrir uma excepção com os ciganos.
Levar com as piadas dos brasileiros, mas só saber fazer piadas dos alentejanos.
Ainda ter uma mãe ou avó que se veste de luto.
Viver em casa dos pais até aos 30.
Acender o cigarro a qualquer hora e em qualquer lugar sem quaisquer preocupações.
Ter bigode e ser baixinho.
Conduzir sempre pela faixa da esquerda.
Ter três telemóveis.
Jurar não comprar azeite Espanhol nem morto, apesar da maioria do azeite vendido em Portugal ser Espanhol.
Deixar a telenovela a gravar.
Organizar jogos de futebol solteiros e casados.
Ir à bola, comprar "prá geral" e saltar "prá central".
Gastar uma fortuna no telemóvel mas pensar duas vezes antes de ir ao dentista.
Super-bock, tremoços, caracóis e marisco.
Cometer 3 infracções ao código da estrada em 5 segundos.
Graças a Deus, não ser brasileiro.
Ir prò Algarve em Agosto.
Ir passear de carro ao domingo para a avenida principal.
Dizer "prontos" no fim de cada frase.

------------------

26/03/2005

VonTrina

www.vontrina.com

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:17
Quarta-feira , 20 de Outubro DE 2010

Piadas - Papo de Bêbado-1

ORAÇÃO DOS BÊBEDOS DE FIM DE SEMANA

(pudera! durante a semana não se pode fazer o gostinho à boca...)

O isopor é o meu pastor,

A cerveja não me faltará

Cerveja gelada que estais no bar,

aguardando a sexta-feira chegar,

Venha a nós o copo cheio,

Seja feita a nossa farra,

assim na sexta como no sábado.

O mé nosso de cada dia nos dai hoje,

perdoai as nossas bebedeiras,

assim como nós perdoamos a quem não tenha bebido.

E não nos deixei cair no refrigerante,

e livrai-nos da água.

Amém...doins e fritas.

rsss

 

Sei lá quem é o autor dessa heresia.

Eu que não sou. Só bebo água... rsssss

==========================

 

O BÊBADO
Fui a uma festa de despedida de solteiro em uma chácara aqui perto de Campinas, do meu amigo Amadeu. A galera toda lá. Muita cerveja, uísque, vinho. A noite prometia. Muitas gatinhas. Galera animada.
Saí de lá nem sei que horas. Travado! Indo pela rodovia, avistei algo que se tornou o terror dos festeiros... Uma blitz!!!
Comecei a rezar para tudo quanto era santo. Mas... fui sorteado.

Quando parei, quase atropelei o guarda. Tava ruim.

O guarda pediu para eu descer do carro. Quase não consegui.
Aí o pesadelo aumentou. Ouvi o que qualquer bêbado teme:
- Vamos fazer o teste do bafômetro !
Tô frito! Pensei. Quando, ao que parece, os santos resolveram me atender.
Um caminhão bate na outra pista e espalha toda a sua carga...
Os guardas imediatamente me dizem:
- Vá embora, vamos socorrer aquele acidente!!!
Eu, mais que depressa (ou pelo menos tentando), entrei no carro e fui embora.
Feliz da vida. Hoje é meu dia de sorte, pensei. Cheguei a casa, guardei o carro e, após agradecer aos santos pelo meu dia de sorte, fui dormir. Estava feliz.
No outro dia, minha mãe me acorda as 7 da manhã me perguntando:
- Filho, de quem é aquela viatura da polícia estacionada dentro da nossa garagem?

PALESTRA NA MADRUGADA

*Um homem com andar meio cambaleante é parado pela polícia às quatro da manhã e é inquirido para onde está indo.

- Estou a caminho para ouvir uma palestra sobre os efeitos do álcool e das drogas no corpo humano.

O policial pergunta:- Sério? E quem vai dar uma palestra nesta hora da madrugada?

Ele diz:- Minha esposa...

 

NOVO TIPO DE RELÓGIO

Numa operação nocturna a polícia manda parar um condutor e faz-lhe um teste de alcool.
Quando obtém o resultado o polícia diz-lhe:
- Veja.... Não tem vergonha!??? (Mostrando-lhe o aparelho que marcava 2,45)
Responde o bêbado:
- Xiiiii!!!! Já um quarto prás 3 da manhã !!! A minha mulher vai-me matar!

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:20
Terça-feira , 05 de Outubro DE 2010

Piadas em BD

 

 

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:01
Sexta-feira , 10 de Setembro DE 2010

O homem perfeito - poema

O homem perfeito é lindo, tem um pouco de mistério

é belo quando está rindo, é belo quando está sério.

 

O homem perfeito é bom, tem um jeito carinhoso

quando fala, em meigo tom, causa arrepio gostoso

 

O homem perfeito é fino é solícito, é fiel

tem a graça de um menino e é mais doce que o mel

 

O homem perfeito adora dar flores, botões de rosa,

a uma velha senhora ou uma jovem formosa

 

O homem perfeito tem energia, não se cansa,

lava louça, cozinha bem, gosta muito de criança

 

O homem perfeito é sensível à grande arte

gosta de dança e ballet nunca haverá de magoar-te

 

Para encerrar a preceito estes versos que alinhei:

se existe um homem perfeito... o filho da puta é gay.

 

-----------------------------------

25/10/2004

artigo recebido via internet s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:36
Terça-feira , 10 de Agosto DE 2010

Arrogância - poema

Pensas que sabes fazer tudo na vida, e bem feito.

Isso, é bom de se dizer. Há que seguir o preceito!

 

Se te querem ensinar, suspiras. Não compreendes.

Até o próprio calar nos diz: «fazes como entendes».

 

Quem está de parte compara; contigo, fala depois.

Ateimas! Olhos, repara: Quatro, vêm mais que dois!

 

Conta com a experiência dos outros. A humildade,

é um dom. Não tem ciência! Não és dono da verdade!

 

----------------------------

24/07/2005

Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:31
Sábado , 10 de Julho DE 2010

Desaposentados

Ele chegou à praça com uma marreta, endireitou a estaca de uma muda de árvore e a firmou batendo com a marreta, amarrou a muda na estaca e se afastou com a marreta para olhar uma obra de arte.

Não resisti a puxar conversa:
  - O senhor é da prefeitura?
  - Não, sou da Alice, faz quarenta e dois anos. Minha mulher.
  - Ah... O senhor quem plantou essa muda?
  - Não, foi a prefeitura. Uma árvore velha caiu, plantaram  essa nova de qualquer jeito, mas eu adubei, botei essa estaca aí, olha que beleza, já está toda enfolhada. De tardezinha eu venho regar.
  - Então o senhor gosta de plantas.
  - De plantas, de bicho, até de gente eu gosto, filho.
  - Obrigado pela parte que me cabe.
Ele sorriu, tirou um tesourão da cinta e começou a podar um arbusto.
  - O senhor é aposentado?
  - Não, sou desaposentado.
Foi podando e explicando:
  - Quando me aposentei, já tinha visto muito colega aposentar e murchar, que nem árvore que você poda e rega com ácido de bateria. Sabia que tem comerciante que rega árvore com ácido de bateria pra matar, pra árvore não encobrir a fachada da loja? É, aí fica com a loja torrando no sol.
Picotou os galhos podados, formando um tapete de folhas em redor do arbusto.
  - É bom pra terra, tudo que sai da terra deve voltar pra terra. Mas então.
Eu já tinha visto muito colega aposentar e murchar. Botando bermuda e chinelo e ficando em casa diante da televisão. Ou indo no boteco pra beber cerveja, depois dormindo de tarde. Engordando...Até que acabam com derrame ou enfarte, de não fazer nada e ainda viver falando de doença.
  Cortou umas flores, fez um ramalhete:
  - Pra minha menina - a Alice. Ela é um ano mais velha que eu, mas fica uma menina quando levo flor.

Ela também é desaposentada. Ajuda na escola da nossa neta, ensinando a merendeira a fazer doce com pouco açúcar e salgados com os  restos dos legumes que antes eram jogados fora. E ajuda na creche também, no hospital.

Ih, a Alice vive ajudando todo mundo, por isso não precisa de ajuda, nem tem tempo de pensar em doença.
Amarrou o ramalhete com um ramo de grama, depositou com cuidado sobre um banco.
  -  Prá aguar as mudas eu tenho que trazer o balde com água lá de casa. Fui na prefeitura pedir pra botarem uma torneira aqui. Disseram que não, senão o povo bebe água e deixa vazando. Falei pra botarem uma torneira com grade e cadeado que eu cuido. Falaram que não. Eu teria que ficar com o cadeado e então ia ser uma torneira pública com controle particular, e não pode.
  Sorriu, olhando a praça.
  - Aí falei: então posso cuidar da praça mas não posso cuidar de uma torneira? Perguntaram, veja só, perguntaram se tenho  autorização pra cuidar da praça. Nem falei mais nada. Vim embora antes que me proibissem de cuidar da praça... Ou antes que me fizessem encher formulário em três vias com taxa e firma reconhecida, pra fazer o que faço aqui desde que desaposentei.

Ta vendo aquele pinheiro fêmea ali? A Alice que plantou. Só tinha o pinheiro macho. Agora o macho vai polinizar a fêmea e ela vai dar pinhões.
  - Eu nem sabia que existe pinheiro macho e pinheiro fêmea.
  - Eu também não sabia, filho. Ih, aprendi tanta coisa cuidando dessa praça! Hoje conheço os cantos dos passarinhos, as épocas de floração de cada
planta, e vejo a passagem das estações como se fosse um filme!
  - Mas ela vai demorar pra dar pinhões, heim? falei olhando a pinheirinha, ainda da nossa altura, mas ele disse que não tem pressa.
  - Nossa neta também é criança e eu já falei pra ela que é  ela quem vai colher os pinhões. Sem a prefeitura saber, né... e a Alice  falou que, de cada pinha que ela colher, deve plantar pelo menos um pinhão em algum lugar.
Assim, no fim da vida, ela vai ter plantado um pinheiral espalhado por aí.
Sem a prefeitura saber, é claro, senão podem criar um imposto pra quem planta árvores...
  Falei que é admirável ver alguém com tanta idade e tanta esperança, e ele riu:
   - Se é admirável eu não sei, filho, sei que é gostoso. E agora dá licença que eu preciso pegar a Alice pra gente caminhar. Vida de desaposentado é assim: o dinheiro é curto, mas o dia pode ser comprido, se a gente não perder tempo!
--------------------------------------------------------
Trecho de autoria de Domingos Pellegrini, publicado na GAZETA DO POVO, de 22/05/05

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:43
Quinta-feira , 10 de Junho DE 2010

Curso para homens

Achei de extrema importância esse curso !!! 
 
Curso para para Homens
 
Devido à complexidade
e dificuldade de assimilação dos temas,
os cursos terão um
máximo de 8 participantes.
 
As inscrições já estão abertas.

 
 Tema 1 

Como encher fôrmas de gelo. (Passo a passo, com apresentação de  slides)

Tema 2

O rolo de papel higiênico: será que nasce no porta-rolos? (Mesa redonda)

Tema 3
É possível urinar levantando a  tampa e sem respingar no vaso? (Práticas em grupo)
 

Tema 4

Diferenças fundamentais entre o cesto de roupa suja e o chão. (Desenhos e gráficos esclarecedores)

Tema 5

A louça do  almoço: levita sozinha até a pia? (Exemplos em vídeo)

Tema 6

Perde-se a identidade se não tiver na mão o controle remoto da TV?

Tema 7
Fazer a mala: incompetência nata ou capacidade mental progressiva? (Iniciação lúdica)

Tema 8
Como aprender a encontrar  coisas, começando por procurar no lugar certo em vez de remexer a  casa toda aos gritos. (Passo a passo)

Tema 9
Oferecer flores à  namorada não é prejudicial à saúde. (Gráficos e montagem  audiovisual)

Tema 10
Os verdadeiros homens também pedem orientações a estranhos quando se perdem. (Depoimentos verídicos de comprovados  machos e conferência)


Tema 11

O homem no lugar de co-piloto: geneticamente possível não dar compulsivamente palpites durante as manobras de estacionamento!
 

Tema 12

Aprendendo a viver: diferenças básicas entre mãe e esposa. (Aula virtual com prática  presencial).

Tema 13
Como ser acompanhante em shoppings, sem protestar. (Eexercícios de relaxamento e autocontrole)

Tema  14
Como lutar contra a atrofia cerebral: recordar aniversários, outras datas importantes e telefonar quando se atrasa.

Encerramento do  curso e entrega de diplomas aos sobreviventes!!!!!!!

 

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:52
Segunda-feira , 10 de Maio DE 2010

Dia Internacional dos Barrigudos

homemaoespelho.jpgVocê homem, que está cansado de lutar contra balança, que se olha no espelho, vê aquela barriguinha e inveja o vizinho que gosta de andar mostrando o abdómen bem definido etc. etc.... não fique triste.
Lembre-se que o "palhaço malhador" ficou na academia por horas, lembre-se de quantas cervejas ele evitou, guloseimas nem pensar, e tudo isto pra quê? Pra ficar na frente do espelho se achando bonitão?

Chega de viadagem!!

O mundo inteiro sabe que quem gosta de homem bonito são os viados.

Mulher quer homem  inteligente, carinhoso, fofinho e bom de cama. Por isto está sendo lançado o  dia 08 de Agosto como o dia Internacional dos Barrigudos.

Chega de ter a  consciência pesada após beber aquela cervejinha, comer aqueles petiscos.  Vamos lotar os bares e restaurantes, vamos derrubar todas as cervejas, coca-colas e caipirinhas, comer aquela feijoada, macaxeira com charque, coxinhas e torresminhos. Vamos detonar aquela picanha gorda e o chantili com  morangos. Chegou a sua vez!! Salada é o cacete!

Nosso Lema: "Mais vale um barrigudinho na cama, do que um gostosão na frente do  espelho".

Passe adiante para todos os Barrigudinhos e simpatizantes.
E  mandamos um recado para você "sarado gostosão":
«Enquanto você malha, sua namorada está tomando cerveja num motel, com um barrigudinho!!!!!»
-----------------------------------
Artigo enviado via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima): ,
LauraBM às 23:00
Sábado , 10 de Abril DE 2010

Começam logo em pequenos…

rapaz_calcoes.jpgO caminhão ia por uma estrada montanhosa quando, de repente, enguiçou.  
O motorista pegou a caixa de ferramentas, abriu o capô e começou a cutucar para ver se descobria o defeito.  
Nisso aparece um menininho e fica parado do lado, observando.  De repente, o menininho pergunta:
- Que negócio é esse aí, moço?
- É um alicate.
- O sr. só tem um?
- Só.  Porquê meu filho?
- Porque o papai tem dois...
- Tudo bem - disse o motorista indiferente.
Mas logo o menininho voltou a perguntar:
- E essa coisa aí, o que é?
- Uma chave inglesa.
- O sr. só tem uma?
- Só.  Porquê?
- Porque papai tem duas...
- Não enche, garoto - rosnou o motorista.
Mas o menininho continuou enchendo.  Tudo que o motorista tinha o "papai" do garotinho tinha duas. Até que, duas horas depois, o motorista descobriu o defeito, consertou o motor e fechou o capô.
Nisso, sentiu vontade de urinar, foi até a beira da estrada, desabotoou a braguilha e começou a esvaziar a bexiga.  Estava fazendo isso quando percebeu que o menininho continuava do seu lado, olhando.  Aí resolveu gozar o chatinho.
- E este daqui, teu pai também tem dois?
- Não - falou o menininho.
- Ah, ah, ah - debochou o motorista.
Aí o menininho completou:
- Não, mas tem um que dá dois desses aí.
-----------------------------------
23/05/2004
artigo recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:55
Quarta-feira , 10 de Março DE 2010

Homens especiais

homem_janela.jpgCreio que são aqueles que surgem em nossas vidas, deixando algo que nos enternece...

 

São aqueles que nos olham com ternura e como suas semelhantes...

 

Homens especiais são aqueles que não tem medo de declarar seu amor, a todo dia e a qualquer hora, sempre que seu coração pedir...

 

São aqueles que não tem vergonha de se comover diante de uma bela flor...

 

Homens especiais são aqueles que nos amam com carinho e afecto,  românticos por natureza não escondem suas fraquezas...

 

Olham-nos como fêmeas desejadas, mas também como companheira muito amada...

 

Despertam  desejos,  causam admiração, pois são especiais, sabem  amar, e portanto são muito amados...

Homens especiais são especiais porque... ah!.... porque sabem chorar....
------------
11/02/2006
Anna Amélia

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:51
Quarta-feira , 10 de Fevereiro DE 2010

A CANTADA DO ANO!!!!!

homem_chapeu.jpgMais ou menos 29 anos, executivo, bem apessoado, senta-se na poltrona do avião com destino a New York e maravilha;   depara-se com uma morena escultural  sentada na poltrona junto à janela.
Pernas cruzadas, perfeitas, saia curta deixando  entrever um belíssimo par de coxas,  seios no tamanho exacto, empinados, lábios carnudos, mas sem volume demasiado, enfim, uma DEUSA...
Descola a aeronave, céu de brigadeiro, uma vontade enorme de puxar conversa, mas a morena, impassível, lê um grosso volume com muita atenção. 
15 minutos  de voo e o cavalheiro não se contém:
- É a primeira vez que vai a New York?
Ela, gentil, com uma voz muito sensual, mas de certa forma reservada:
- Não, é uma viagem habitual...
Ele, agora animado:
- Trabalha com moda, por acaso...?
- Não, viajo em função de minhas pesquisas...
- Desculpe-me a curiosidade é escritora...?
- Não, sou sexóloga.
- Muito interessante e raro. Suas pesquisas dedicam-se, na sexologia, a quê, especificamente?
Ela, tranquila e sempre com a mesma voz de veludo:
- No momento, dedico-me a pesquisar as características do membro masculino, o que julgo ser um trabalho de fôlego e muito difícil.
- Nas suas pesquisas, a que conclusão já chegou?
- Bom, de todos os pesquisados, já concluí que os Índios, sem dúvida, são os portadores de membros com as dimensões mais avantajadas e em contrapartida, os Árabes são os que permanecem mais tempo no coito, antes de  entrarem em gozo. Logo, são os que proporcionam mais prazer às suas parceiras.
Além disso...
Oh! Desculpe-me Sr.!?!?  Eu estou aqui falando sem parar e nem sei o seu nome...
- MOHAMED PENA VERMELHA, às suas ordens!
----------------------------

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:43
Domingo , 10 de Janeiro DE 2010

ACIDENTE COMPLICADO

barril_homem.jpgTransmito explicação de um operário português, acidentado no trabalho, à sua Cª Seguradora. (A Cª estranhou tantas fracturas num mesmo acidente).

Chamo a atenção para o fato de que se trata de um caso verídico, cuja transcrição foi obtida através de cópia documental dos arquivos da Cª seguradora envolvida. O caso foi julgado no Tribunal da Comarca de Cascais - Portugal.

À Cª Seguradora
Exmos. Senhores:

Em resposta ao seu gentil pedido de informações adicionais, esclareço:
No quesito nº 3 da comunicação do sinistro, mencionei:
"tentando fazer o trabalho sozinho" como causa do meu acidente.
Em vossa carta V. Sas. me pedem uma explicação mais pormenorizada, pelo que espero sejam suficientes os seguintes detalhes:

Sou assentador de tijolos, e no dia do acidente, estava a trabalhar sozinho num telhado de um prédio de 6 (seis) andares. Ao terminar meu trabalho, verifiquei que haviam sobrado 250 kg de tijolos. Em vez de os levar à mão, para baixo (o que seria uma asneira), decidi, num acesso de inteligência, colocá-los dentro de um barril, e, com ajuda de uma roldana, a qual
felizmente estava fixada em um dos lados do edifício (mais precisamente no sexto andar), descê-lo até o térreo. Desci até o térreo, amarrei o barril com uma corda, e subi para o sexto andar, de onde puxei o dito cujo para cima, colocando os tijolos no seu interior.

Retornei em seguida para o térreo, desatei a corda e segurei-a com força para que os tijolos (250 kg) descessem lentamente (há de notar que no quesito 11, informei que meu peso oscila em torno de 80 kg).

Surpreendentemente, senti-me violentamente alçado do chão e, perdendo minha característica presença de espírito, esqueci-me de largar a corda. Acho desnecessário dizer que fui içado do chão à grande velocidade. Nas proximidades do terceiro andar, dei de cara com o barril que vinha a descer.

Ficam pois, explicadas as fracturas do crânio e das clavículas.

Continuei a subir a uma velocidade um pouco menor, somente parando quando os meus dedos ficaram entalados na roldana. Felizmente, nesse momento já recuperara a minha presença de espírito e consegui, apesar das fortes dores, agarrar a corda. Simultaneamente, no entanto, o barril com os tijolos caiu ao chão, partindo seu fundo. Sem os tijolos, o barril pesava
aproximadamente 25 kg (novamente refiro-me ao meu peso indicado no quesito 11). Como podem imaginar, comecei a cair vertiginosamente, agarrado à corda, sendo que, próximo ao terceiro andar, quem encontrei? Ora pois, o barril! Que vinha a subir!

Ficam explicadas as fracturas dos tornozelos e as lacerações das pernas.

Felizmente, a redução da velocidade de minha descida, veio minimizar os meus sofrimentos quando cai em cima dos tijolos em baixo, pois felizmente só fracturei três vértebras. No entanto, lamento informar que ainda houve, agravamento do sinistro, pois quando me encontrava caído sobre os tijolos, incapacitado de me levantar, e vendo o barril acima de mim, perdi novamente minha decantada presença de espírito e larguei a corda.

O barril, que pesava mais do que a corda, desceu e caiu em cima de mim, fracturando-me as pernas.

Espero ter fornecido as informações complementares que me haviam sido solicitadas. Outrossim, esclareço que este relatório foi escrito por minha enfermeira, pois os meus dedos, ainda guardam a forma da roldana.

Atenciosamente,
António Manuel Joaquim Soares de Coimbra

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:22
Sexta-feira , 25 de Dezembro DE 2009

Festa do NATAL

gente_festa.gif

Aqui não interessa se é homem, mulher ou criança.

 

Festa é festa e Natal é DIA DE FESTA!

-------------------------

Laura B. Martins

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:42
Quinta-feira , 10 de Dezembro DE 2009

Vingança ao Machismo

O homem pergunta a Deus:
- Por que o senhor fez a mulher tão bonita?
D- Para que você se apaixone por ela.
- Então, porque o senhor a fez tão boba?
D- Para que ela se apaixone por você.

As mulheres têm muitos defeitos, os homens só dois: "tudo o que fazem e tudo o que dizem".

As mulheres solteiras se queixam que os homens bons estão casados.
As mulheres casadas se queixam de seus maridos.
Isto prova que os homens bons não existem...

Os homens de mais de 40 anos têm problemas para encontrar mulheres com seu próprio nível de maturidade, é por isso que saem com mulheres de 20.

Por que se pararia de praticar a circuncisão?
Porque os médicos temem que possa causar dano cerebral.

Por que a psicanálise é mais curta  para o homem que para a mulher?
Porque quando têm que falar da infância, os homens ainda estão nela.

Por que as tribos de Israel demoraram tanto a cruzar o deserto?
Porque os homens não se preocuparam em perguntar a direcção.

Deus criou o homem e disse: Realmente posso fazer melhor... Então criou a mulher...

Os homens são como a publicidade - Não se pode acreditar nem em 50% do que dizem.

Por que os homens preferem as loiras burras? Porque buscam companhia intelectual.

Como se distinguem as verdadeiras gentilezas que os homens fazem, das que são por causa de alguma coisa que eles fizeram?
- Estas últimas são melhores.

O que deduzimos imediatamente ao vermos um homem bem vestido?
- Que sua mulher tem muito bom gosto.

Por que os homens são como os OVNIs?
- Porque não sabemos de onde vêm, qual é sua missão, nem quanto tempo vão demorar.

Por que os homens são como o clima?
- Porque aconteça o que acontecer, nada pode mudá-los.

Qual é a diferença entre um homem e um bebé?
- Um pode ser permanentemente queixoso e até insuportável, o outro é apenas um bebé.

Por que os homens são como os diplomas?
- Porque se demoram anos para conseguir um, e uma vez que se tem não se sabe o que fazer com ele.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:00
Terça-feira , 10 de Novembro DE 2009

Novo Curso de Formação para Homens

INSCRIÇÕES ABERTAS . NÃO PERCAM !  ÓPTIMA OPORTUNIDADE!!!!!

OBJETIVO PEDAGÓGICO
Permite aos homens desenvolver a parte do corpo da qual ignoram a existência (o cérebro).

SÃO 4 MÓDULOS

Módulo 1: Introdução (Obrigatório)
1. Aprender a viver sem a mamãe (2.000 horas)
2. Minha mulher não é minha mãe (350 horas)
3. Entender que não se classificar para o Mundial não é a MORTE (500 h)

Módulo 2: Vida a dois
1. Ser pai e não ter ciúmes do filho (50 horas)
2. Deixar de dizer impropérios quando a mulher recebe suas amigas (500 h)
3. Superar a síndrome de "o controle remoto é meu" (550 horas)
4. Não urinar fora do vaso (1.000 horas - exercícios práticos em vídeo)
5. Entender que os sapatos não vão sozinhos para o armário (800 h)
6. Como chegar ao cesto de roupa suja (500 horas)
7. Como sobreviver a um resfriado sem agonizar (450 horas)

Módulo 3: Tempo livre
1. Passar uma camisa em menos de duas horas (exercícios práticos)
2. Tomar a cerveja sem arrotar, quando se está à mesa (exercícios práticos)

Módulo 4: Curso de cozinha
1. Nível 1 (principiantes - os eletrodomésticos) ON/OFF = LIGA/DESLIGA
2. Nível 2 (avançado) minha primeira sopa instantânea sem queimar a Panela
3. Exercícios práticos - ferver a água antes de por o macarrão

CURSOS COMPLEMENTARES:
POR RAZÕES DE DIFICULDADE , COMPLEXIDADE E ENTENDIMENTO DOS TEMAS, OS
CURSOS TERÃO NO MÁXIMO 3 ALUNOS.

1. A eletricidade e eu: vantagens econômicas de contar com um técnico competente para fazer reparos;

2. Cozinhar e limpar a cozinha não provoca impotência nem homossexualidade (práticas em laboratório);

3. Porque não é crime presentear com flores, embora já tenha se casado com ela;

4. O rolo de papel higiênico: Ele nasce ao lado do vaso sanitário? (biólogos e físicos falarão sobre o tema da geração espontânea)

5. Como baixar a tampa do vaso passo a passo (teleconferência);

6. Porque não é necessário agitar os lençóis depois de emitir gases intestinais (exercícios de reflexão em dupla);

7. Os homens dirigindo, podem SIM, pedir informação sem se perderem ou correr o risco de parecerem impotentes (testemunhos);

8. O detergente: doses, consumo e aplicação. Práticas para evitar acabar com a casa;

9. A lavadora de roupas: esse grande mistério!!

10. Diferenças fundamentais entre o cesto de roupas sujas e o chão (exercícios com musicoterapia);

11. A xícara de café: ela levita, indo da mesa à pia? (exercícios Dirigidos por Mister M);

12. Analisar detidamente as causas anatômicas, fisiológicas e/ou psicológicas que não permitem secar o banheiro depois do banho.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:59
Quinta-feira , 15 de Outubro DE 2009

O sofá da sogra

sofasogra.jpg

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:46
Sábado , 10 de Outubro DE 2009

Piadas - C – Sogras

A SOGRA QUE NINGUÉM MERECE
O guarda rodoviário manda o sujeito parar o carro:
- Seus documentos, por favor. O senhor estava a 130 km/h e a velocidade máxima esta estrada é 100.
- Não, seu guarda, eu estava a 100, com certeza.
Mas a sogra, no banco de trás, corrige:
- Ah, João Luís, que é isso! Você estava a 130 ou mais!
O sujeito olha para a sogra com o rosto fervendo.
- E sua lanterna direita não está funcionando...
- Minha lanterna? Nem sabia disso. Deve ter pifado aqui na estrada.
A sogra insiste: 
- Ah, João Luís que mentira! Você vem falando há semanas que precisa  consertar a lanterna!
O sujeito nervoso faz sinal à sogra para ficar quieta.
- E o senhor está sem o cinto de segurança.
- Mas, seu guarda, eu estava com ele. Eu só tirei para pegar os documentos!!!
- Ah, João Luís, deixa disso! Você nunca usa o cinto!
O sujeito não se contém e grita para a sogra:
- Cala boca, sua bruaca!
O guarda se inclina e pergunta à senhora:
- Ele sempre grita assim com a senhora?
- Não, seu guarda; só quando bebe...

JÁ?
O Cara acabou de perder a sogra. Assim que ele deu Graças a Deus de enterrar a velha, vinha cantarolando todo feliz pela rua.
Na rua da casa dele tinha um prédio em construção.
Bem na hora em que o sujeito passou defronte ao prédio...TUM!!!! cai um tijolo lá de cima, quase acertando a cabeça dele. Aí ele olhou para cima e falou:
- A Desgraçada já chegou lá em cima, só não acertou a pontaria!

SOGRA É SOGRA
Só as mães são capazes de tal raciocínio...

Duas distintas senhoras encontram-se após um bom tempo sem se ver.
Uma pergunta à outra:
- Como vão seus dois filhos... A Rosa e o Francisco?
- Ah querida... a Rosa minha filha, casou-se muito bem. Tem um marido maravilhoso. Acredita que ele levanta de madrugada para trocar as fraldas do meu neto,
faz o café da manhã, lava as louças e ajuda na faxina, só depois então vai para o emprego. Benza Deus aquele meu genro.
- Ah amiga...que óptimo!
E o seu filho, o Francisco? Casou também?
- Casou sim, querida. Mas tadinho deu muito azar. Casou-se muito mal...
Acredita que ele tem que levantar de madrugada para trocar as fraldas do meu neto, fazer o café da manhã, ainda tem que lavar a louça e ainda ajuda na faxina.
E depois de tudo isso ainda sai para trabalhar, para sustentar a preguiçosa da minha nora - aquela porca !!!

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:51
Quinta-feira , 10 de Setembro DE 2009

A Máquina de Escrever

 

maquina_escrever.gif

Mãe, se eu morrer de um repentino mal, vende meus bens a bem dos meus credores:
a fantasia de festivas cores que usei no derradeiro Carnaval.

Vende esse rádio que ganhei de prémio por um concurso num jornal do povo,
e aquele terno novo, ou quase novo, com poucas manchas de café boémio.

Vende também meus óculos antigos que me davam uns ares inocentes.
Já não precisarei de duas lentes para enxergar os corações amigos.

Vende , além das gravatas, do chapéu, meus sapatos rangentes. Sem ruído
é mais provável que eu alcance o Céu e logre penetrar despercebido.

Vende meu dente de ouro. O Paraíso requer apenas a expressão do olhar.
Já não precisarei do meu sorriso para um outro sorriso me enganar.

Vende meus olhos a um brechó qualquer que os guarde numa loja poeirenta,
reluzindo na sombra pardacenta, reflectindo um semblante de mulher.

Vende tudo, ao findar a minha sorte, libertando minha alma pensativa
para ninguém chorar a minha morte sem realmente desejar que eu viva.

Pode vender meu próprio leito e roupa para pagar àqueles a quem devo.
Sim, vende tudo, minha mãe, mas poupa esta caduca máquina em que escrevo.

Mas poupa a minha amiga de horas mortas, de teclas bambas, tique-taque incerto.
De ano em ano, manda-a ao conserto e unta de azeite as suas peças tortas.

Vende todas as grandes pequenezas que eram meu humílimo tesouro,
mas não! ainda que ofereçam ouro, não venda o meu filtro de tristezas!

Quanta vez esta máquina afugenta meus fantasmas da dúvida e do mal,
ela que é minha rude ferramenta, o meu doce instrumento musical.

Bate rangendo, numa espécie de asma, mas cada vez que bate é um grão de trigo.
Quando eu morrer, quem a levar consigo há de levar consigo o meu fantasma.

Pois será para ela uma tortura sentir nas bambas teclas solitárias
um bando de dez unhas usurárias a dactilografar uma factura.

Deixa-a morrer também quando eu morrer; deixa-a calar numa quietude extrema,
à espera do meu último poema que as palavras não dão para fazer.

Conserva-a, minha mãe, no velho lar, conservando os meus íntimos instantes,
e, nas noites de lua, não te espantes quando as teclas baterem devagar.
-----------------------------------
poema recebido via internet, s/autoria

NOTA:
Mas que pena eu tenho de não saber quem escreveu tal beleza.
Só entenderá bem este poema quem trabalhou com máquinas de escrever e, durante anos,  assistiu à sua transformação, pouco a pouco, até ficarem eléctricas.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:39
Segunda-feira , 10 de Agosto DE 2009

Chantagem! - Poema

mulherdeitada.jpgSou aquela despida de roupagens.
Sou aquela que vive no Além.
Sou aquela de quem tu tens imagens
mas, por ti, sente apenas o desdém.

Eram fotos antigas, quando nova,
na ilusão do amor que prometias.
De nada servem, isso nada prova.
Hoje, madura, vejo que mentias.

Chantagem tentas, agora, arrependido.
Mostras as fotos de um amor envelhecido,
não sabes que o AMOR tudo ultrapassa.

O homem que vês hoje, do meu lado,
não quer saber dos erros do passado;
é verdadeiro, não mente quando abraça.
---------------------------
5/10/2003
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:23
Sexta-feira , 10 de Julho DE 2009

Um Juiz Nota Dez

juiz_dormirchao.jpgOdilon de Oliveira, de 56 anos, estende o colchonete no piso frio da sala, puxa o edredom e prepara-se para dormir ali mesmo, no chão, sob a vigilância de sete agentes federais fortemente armados.
Oliveira é juiz federal em Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai e, jurado de morte pelo crime organizado, está morando no fórum da cidade. Só sai quando extremamente necessário, sob forte escolta.
Em um ano, o juiz condenou 114 traficantes a penas, somadas, de 919 anos e 6 meses de cadeia, e ainda confiscou seus bens. Como os que pôs atrás das grades, ele perdeu a liberdade. 'A única diferença é que tenho a chave da minha prisão.'

Traficantes brasileiros que agem no Paraguai se dispõem a pagar US$ 300 mil para vê-lo morto. Desde junho do ano passado, quando o juiz assumiu a vara de Ponta Porã, porta de entrada da cocaína e da maconha distribuídas em grande parte do País, as organizações criminosas tiveram muitas baixas.
Nos últimos 12 meses, sua vara foi a que mais condenou traficantes no País.
Oliveira confiscou ainda 12 fazendas, num total de 12.832 hectares, 3 mansões - uma, em Ponta Porã, avaliada em R$ 5,8 milhões - 3 apartamentos, 3 casas, dezenas de veículos e 3 aviões, tudo comprado com dinheiro das drogas.
Por meio de telefonemas, cartas anônimas e avisos mandados por presos, Oliveira soube que estavam dispostos a comprar sua morte. 'Os agentes descobriram planos para me matar, inicialmente com oferta de US$100 mil.'
No dia 26 de junho, o jornal paraguaio Lá Nación informou que a cotação do juiz no mercado do crime encomendado havia subido para US$ 300 mil. 'Estou valorizado', brincou. Ele recebeu um carro com blindagem para tiros de fuzil AR-15 e passou a andar escoltado.
Para preservar a família, mudou-se para o quartel do Exército e em seguida para um hotel. Há duas semanas, decidiu transformar o prédio do Fórum Federal em casa. 'No hotel, a escolta chamava muito a atenção e dava despesa para a PF.'
É o único caso de juiz que vive confinado no Brasil. A sala de despachos de Oliveira virou quarto de dormir. No armário de madeira, antes abarrotado de processos, estão colchonete, roupas de cama e objetos de uso pessoal.
O banheiro privativo ganhou chuveiro. A família - mulher, filho e duas filhas, que ia mudar para Ponta Porã, teve de continuar em Campo Grande.
O juiz só vai para casa a cada 15 dias, com seguranças. Oliveira teve de abrir mão dos restaurantes e almoça um marmitex, comprado em locais estratégicos, porque o juiz já foi ameaçado de envenenamento. O jantar é feito ali mesmo. Entre um processo e outro, toma um suco ou come uma fruta. 'Sozinho, não me arrisco a sair nem na calçada.'

Uma sala de audiências virou dormitório, com três beliches e televisão. Quando o juiz precisa cortar o cabelo, veste colete à prova de bala e sai com a escolta. 'Estou aqui há um ano e nem conheço a cidade.' Na última ida a um shopping, foi abordado por um traficante. Os agentes tiveram de intervir. Hora extra. Azar do tráfico que o juiz tenha de ficar recluso.
Acostumado a deitar cedo e levantar de madrugada, ele preenche o tempo com trabalho. De seu 'bunker', auxiliado por funcionários que trabalham até alta noite, vai disparando sentenças. Como a que condenou o mega traficante Erineu Domingos Soligo, o Pingo, a 26 anos e 4 meses de reclusão, mais multa de R$ 285 mil e o confisco de R$ 2,4 milhões resultantes de lavagem de dinheiro, além da perda de duas fazendas, dois terrenos e todo o gado. Carlos Pavão Espíndola foi condenado a 10 anos de prisão e multa de R$ 28,6 mil. Os irmãos , condenados respectivamente a 21 anos de reclusão e multa de R$78,5 mil e 16 anos de reclusão, mais multa de R$56 mil, perderam três fazendas. O mega traficante Carlos Alberto da Silva Duro pegou 11 anos, multa de R$82,3 mil e perdeu R$ 733 mil, três terrenos e uma caminhonete. Aldo José Marques Brandão pegou 27 anos, mais multa de R$ 272 mil, e teve confiscados R$ 875 mil e uma fazenda.

Doze réus foram extraditados do Paraguai a pedido do juiz, inclusive o 'rei da soja' no país vizinho, Odacir Antonio Dametto, e Sandro Mendonça do Nascimento, braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar.
'As autoridades paraguaias passaram a colaborar porque estão vendo os criminosos serem condenados.' O juiz não se intimida com as ameaças e não se rende a apelos da família, que quer vê-lo longe desse barril de pólvora. Ele é titular de uma vara em Campo Grande e poderia ser transferido, mas acha 'dever de ofício' enfrentar o narcotráfico. 'Quem traz mais danos à sociedade é mega traficante. Não posso ignorar isso e prender só mulas (pequenos traficantes) em troca de dormir tranqüilo e andar sem segurança.'

ESTE MERECE NOSSOS APLAUSOS!
POR ACASO A MÍDIA NOTICIOU ESSA BRAVURA QUE O BRASIL PRECISA SABER?

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:08
Quarta-feira , 10 de Junho DE 2009

ACADEMIA

(Diário de um cinquentão na Academia)
homem_balanca.gif
Agora que acabei de completar 50 anos, minha mulher me presenteou com um cupão válido por uma semana de treino físico em uma boa academia local.
Independente de eu estar em excelente forma, pensei que era um boa ideia para tentar deter o processo da "barriguinha" que ataca a todos  nós.
Liguei para a secretária e fiz minha reserva com uma "personal trainner" chamada Nádia, que se auto-descreveu como uma Instrutora de Aeróbica de 26 anos e modelo de trajes de banho e roupa desportiva.
E a secretária me recomendou que levasse um diário para ir documentando meu progresso e é esse que eu lhes envio:

Segunda: Comecei meu dia as 6:00. Bastante difícil levantar-se da cama a essa hora, porém toda viagem valeu a pena quando cheguei ao ginásio e vi que Nádia estava me esperando. Parecia uma deusa grega: ruiva, olhos azuis e um grande sorriso, com uns lábios carnudos e um corpo espectacular.
Nádia me fez um tour para mostrar os aparelhos, tomou meu pulso depois de 5 minutos na bicicleta. Se alarmou que meu pulso estava tão acelerado porém eu o atribuí a ela, vestida com uma malha de lycra coladinha, e estava bem perto de mim. 
Desfrutei bastante do exercício. Nádia estava sempre me motivando quando fazia as sessões, apesar da dor na barriga que eu sentia, de tanto encolhê-la, toda vez que ela passava perto de mim.

Terça: Tomei duas jarras de café, porém finalmente sai da porta da minha casa.
Nádia estava mais linda que nunca, me pôs a levantar uma pesada barra de metal e depois se atreveu a por pesos!!! Minhas pernas estavam um pouco debilitadas, mas eu consegui completar  UM KILÓMETRO COMPLETO. O sorriso arrebatador que Nádia me deu me convenceu completamente de que todo exercício valeu a pena... me sentia fantástico... era uma nova vida para mim.

Quarta: A única forma como consegui escovar os dentes, foi colocando a escova sobre a pia e movendo a cabeça para os lados.. Creio que tenho uma hérnia nos peitorais.
Dirigir não foi tão fácil: somente de travar e dar voltas no volante me doía o peito. Estacionei em cima da  calçada...
Nádia estava ficando impaciente comigo por considerar que meus gritos molestavam demais os outros sócios do clube. Sua voz estava um pouco aguda a essas horas da manhã e quando gritava me incomodava muito. Meu corpo doeu inteiro quando ela me colocou uma cinta para fazer  escalada. Para que merda alguém inventa um treco para se escalar quando isso já está obsoleto com os elevadores? Nádia me disse que isso me ajudaria a ficar em forma e desfrutar a vida... ou alguma dessas merdas de promessas.

Quinta: Nádia estava me esperando com seus odiosos dentes de vampiro e com seu sorrisinho estilo Jack Nicholson em Batman.  Não pude evitar de chegar meia hora atrasado: foi o tempo que demorei para colocar os sapatos. 
A desgraçada da Nádia me colocou para trabalhar com os pesos mas quando se distraiu, saí correndo para me esconder no banheiro. Mandou um outro treinador me buscar e como castigo me pôs a trabalhar na máquina de remar e me ferrei.

Sexta: Odeio a desgraçada da Nádia mais que qualquer outro ser humano, que tenha sido odiado na história do mundo. Estúpida, magra, anémica, chata e feminista sem cérebro! Se houvesse uma parte do meu corpo que podia se mover sem uma dor angustiante, eu partiria no meio a vaca que pariu essa desgraçada.
Nádia quis que eu trabalhasse meus tríceps... EU NEM SEI O QUE É UM TRÍCEPS!!!  e se não bastasse me colocar o peso para que o rompesse, me colocou aquelas merdas das barras ou qualquer outra coisa que pese mais que um sanduíche...
A bicicleta me fez desmaiar e acordei na cama de uma nutricionista, uma idiota que me deu uma catequese de alimentação saudável; claro!!
Que mal tem se entupir tanto de comida a ponto de passar mal?
Porque eu não fui fazer algo mais tranquilo, como ter aulas de costura?

Sábado: A maldita da Nádia me deixou uma mensagem no celular com sua vozinha de lésbica assumida, perguntando-me por que eu não fui.  Só com a vozinha me deu gana de quebrar o celular, porém não tinha certeza se teria força suficiente para levantá-lo, inclusive para apertar os botões do controle remoto da TV estava  difícil... assim eu fiquei sentado, assistindo 11 horas seguidas o maldito National Geographics, vendo um hipopótamo maldito ficar comendo e brincando na lama..

Domingo: Pedi ao vizinho do lado para ir a missa e agradecer a Deus por mim, por essa semana que terminou. Também rezei para que o ano que vem, a desgraçada de minha mulher me presenteie com algo um pouco mais divertido, como um tratamento dentário de canal, um cateterismo ou um exame de próstata.
-----------------
5/03/2006
artigo recebido via internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:52
Domingo , 10 de Maio DE 2009

ATITUDE

homem_careca.gifUm homem acordou uma manhã, olhou-se no espelho e percebeu que tinha somente três fios de cabelo na cabeça.
- Bom, acho que vou fazer risco ao lado, hoje.
Assim fez e teve um dia maravilhoso.
No dia seguinte ele acordou, olhou-se no espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça.
- Hummm... acho que vou apartar o meu cabelo ao meio, hoje.
Assim ele fez e teve um dia magnífico.
No dia seguinte ele acordou, olhou-se no espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.
- Bem, hoje vou pentear tudo para trás.
Assim ele fez e teve um dia divertido.
No dia seguinte ele acordou, olhou-se no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.
- Yeeesss... hoje não tenho que pentear o meu cabelo!

ATITUDE É TUDO!
Seja mais humano e agradável com as pessoas. Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.
Viva com simplicidade. Ame generosamente. Cuide-se intensamente. Fale com gentileza. E, principalmente, não reclame.
Se preocupe em agradecer pelo que você é, e por tudo o que tem!
E deixe o restante com Deus...

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:25
Sexta-feira , 10 de Abril DE 2009

Apocalipse a 10 mil metros de altura

homembarba.jpgMulheres bonitas deveriam ser terminantemente proibidas de viajar de avião. Como uma lei neste sentido me parece pouco plausível, acredito que as companhias aéreas poderiam, pelo menos, criar uma área diferenciada dentro da aeronave para abrigar essas criaturas. Similar ao que acontecia antigamente, quando havia divisão entre fumantes e não-fumantes.

Quando você senta em uma poltrona de avião e puxa uma revista ou um livro, é porque você quer ler. Quando você fecha os olhos e encosta o quengo na poltrona, é porque você quer dormir. Simples assim. Agora, se uma mulher bonita estiver ao seu lado, você não consegue nem dormir e, muito menos, se concentrar em qualquer tipo de leitura.

Não é uma questão de egoísmo. É de segurança pública. Na balbúrdia que uma mulher bonita e cheirosa pode causar entre os comissários de voo, toda a tripulação pode ser colocada em risco. Certamente, um dos comissários vai entrar na cabine e falar para o piloto: "meu irmão, tem uma galega incrível na poltrona 49E. E do lado dela tem um baixinho peludo que não consegue tirar o olho do decote, vai lá dar uma olhada".

Em casos assim, não duvide. O piloto e o co-piloto vão arrumar um argumento para ir até o fundo do avião só para verificar o outro avião. E nesse vai-e-vem, reafirmo que toda a tripulação pode estar em perigo de turbulências inesperadas por causa de uma criatura que foi agraciada pela natureza com um belo par de coxas e outros atributos.

Se a dita cuja estiver de decote, sentada na poltrona, quem estiver de pé no corredor tem uma vista panorâmica privilegiada. Podem prestar atenção: em corredor com mulher bonita, o movimento nos banheiros é sempre maior. Porque é o único argumento que a gente tem para se levantar e poder ter uma vista da natureza sem ninguém nos perceber. E, novamente, uma turbulência na hora do vai-e-vem do povo querendo ver o decote pode colocar em risco toda a segurança do voo. Tem avião caindo no mar por muito menos.

Como desgraça pouca é bobagem, mulheres muito bonitas que ainda por cima sejam simples e simpáticas (estão em extinção) também deveriam ser enquadradas como semi-terroristas em aviões e, oxalá, viajar no compartimento de carga. Por um simples motivo. Se eu estiver sentado ao lado de uma dessas figuras raras e, por acaso, a aeromoça se aproximar dizendo que eu devo sair dali para ceder lugar a uma velhinha ou a uma grávida, eu certamente vou invocar todos os tratados internacionais sobre direitos humanos e liberdade de expressão para permanecer no meu lugar, gerando um desconforto em pleno voo. Um cara mais afoito pode, por brincadeira, dizer que só sai dali debaixo de bala. E alguém pode levar a sério.

Caras de umas, cabeças de outras -

Escrevendo estas parcas linhas, lembrei-me agora de um voo, anos atrás, voltando para Recife de uma viagem a trabalho. Lá estava eu como o último da fila para entrar no avião, sem cadeiras marcadas. Era um voo curto, no qual infelizmente deu pane no sistema da companhia aérea e os passageiros ficaram sem marcações. Sendo o último a entrar, certamente não haveria de ter muitas opções de assentos.

Voo lotado. Na última fileira, um assento vazio que só faltava ter uma placa com o aviso: "não sente aqui" . Mas, era o último lugar, o que há de se fazer. Uma mulher maravilhosa aguardava, pacientemente, olhando pela janelinha. Certamente, com a mesma dúvida sobre quem seria o inconveniente a sentar-se ali e, lógico, ela deveria pensar que, se fosse homem, o mané tentaria puxar conversa e passar aquelas cantadas baratas. Ciente disto, eu já sentei de cara feia (o padrão) crente de que não ia dizer sequer um "oi". Apenas tentaria concentrar-me nas minhas tirinhas do Dilbert que tinha ganho de presente horas antes.

O problema é que nem o maldito Dilbert conseguiu ser páreo para a proporção daquele decote. Depois de dez minutos, deixei o Dilbert de lado e fiquei sem fazer nada, olhando para o teto. E foi quando os problemas pioraram. A decotada dos infernos também estava inquieta. Olhava para um lado, olhava para o outro, mexia nos cabelos. Nesse mútuo lenga-lenga, restavam apenas 20 minutos para o término da tortura aérea.

De vez em quando, a decotada olhava para o meu lado e abria a boca como se fosse falar alguma coisa, mas desistia. A essas alturas, diante da minha habitual "ineficiência masculina de abordagem amistosa", a criatura pegou da bolsa uma revista qualquer e fazia o mesmo que eu tentara fazer desde a decolagem: ler.

Aparentemente, ela conseguiu se entreter na leitura, enquanto eu só fazia questão de não dar o braço a torcer e continuava olhando apenas para o corredor e para o teto. Cinco minutos para o pouso. É agora ou nunca. A revista dela seria o argumento, eu poderia simplesmente perguntar qual era, pedir para olhar a capa e, nesse meio termo, dar uma última verificada na montanha decotal. Será que ela tinha e-mail? MSN? Ela podia até ficar com raiva, mas pelo menos terei história para contar aos netos. Pensei comigo mesmo que, afinal, de repente ela também poderia estar pensando o mesmo e estava apenas com vergonha de tomar a iniciativa.

Encho o peito de ar novamente, olho para o lado, olho para o decote maravilhoso e, em uma fracção de milésimos de segundos, ela também olha para mim como que se esperasse por uma palavra amistosa qualquer.

Mas, e sempre há um mas, naquele ponto da fracção de segundos meus olhos já fitavam outra direcção que não tinha nada de decote. Estavam fixos em algo inacreditável, em repouso no colo daquela criatura. Sem reacção, eu não acreditara no que via com os mesmos olhos que, minutos antes, devoravam mentalmente aquele decote. Ela estava lendo Caras. E lembrei que durante os quase 30 minutos anteriores, a criatura estava realmente entretida naquele bagulho.

Desisti e virei de lado, arrependido de ter perdido quase meia-hora sem ler minhas tirinhas do Dilbert. O avião pousou, levantei, peguei minha maleta, dei de costas e comecei a andar, indo embora da tortura dupla. E ela nem era loira, que coisa. Quando de repente sinto uma mão no ombro. Era a criatura, perguntando: "ei, a gente não se conhece de algum lugar? Você não é o..."

Após minha resposta antecipada de "sou não", saí feliz da vida por ter exercido meu preconceito com morenas burras. Acho que, por uma questão de padronização social, só loiras têm esse direito imaculado de serem belas e burras. As demais, por uma simplória questão numérica e estatística, deveriam ao menos disfarçar e deixar para ler a Caras no salão de beleza ou no consultório da ginecologista.
--------------------
15/09/2006
Paulo Rebêlo
www.rebelo.orgw.rebelo.org

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:19
Quarta-feira , 25 de Março DE 2009

A FILHA

boneca_totos.gifUm barulho ressoa na noite. O Pai vai ver a Filha de seis aninhos. Abre a porta do quarto devagar e leva um susto. Nas paredes, pôsteres . No chão, pares de tênis jogados, camisetas, jeans, revistas e CDs. No canto, um computador internetado num "teen chat". Sumiram as bolsinhas, as agendinhas, as bonequinhas, os albunzinhos de figurinhas.
Aproxima-se da cama. Outro susto. Dorme ali uma moça. Reconhece-a . É a Filha. A pele lisinha do rosto agora tem espinhas. As sobrancelhas, o nariz e os lábios estão delineados e fortes. O cabelinho fio reto transformou-se em um repique. O tórax, antes magricela, abriga agora um par de seios.
O Pai desespera-se. O que está acontecendo? Acha que está louco. Abraça-a forte e começa a pensar. Por que não brincou mais com ela quando criança?
Por que não a levou mais vezes ao parque, ao clube, ao cinema? Por que não lhe contou mais historinhas? Por que não bebeu menos cerveja com os amigos e mais guaraná com ela? Por que não lhe dedicou mais tempo nas tarefas ? Por que trabalhou tanto e a viu tão pouco?
O Pai sai chorando.  Do pranto passa aos gritos.
A Mãe, com muito custo, o acorda.
Atónito, ele corre para o quarto da Filha. Desta vez não há pôsteres, nem ténis, nem jeans, nem revistas, nem CDs. Estão lá as bonequinhas, os albunzinhos e as agendinhas. Está lá a Filha de seis aninhos. Abraça-a forte e suspira aliviado, enquanto refaz a agenda da sua vida. Ainda há tempo.
--------------------------
Heitor Atila Fernandes*
(*é Jornalista e Consultor em Comunicação .
"A Filha" foi classificada entre as dez melhores de Minas Gerais em 1999, no concurso do Sindicato dos Professores onde concorreram 300 crônicas. )

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:10
Terça-feira , 10 de Fevereiro DE 2009

Anúncio para arranjar namorada

Matéria publicada em um jornal DIÁRIO DE QUIXERAMOBIM, do Estado do Ceará.

Homem de 40 anos, que só gosta de mulher, após casamento de sete anos, mal sucedido afectivamente, vem através deste anúncio, procurar mulher que só goste de homem, para compromisso duradouro, desde  que esta preencha certos requisitos:
O PRETENDIDO exige que a PRENTENDENTE tenha idade entre 28 e 40 anos, não descartando, evidentemente, aquelas de idade abaixo do limite inferior, descartando as acima do limite superior.
Devem ter um grau razoável de escolaridade, para que não digam, na frente de estranhos: "menas vezes", "quando eu si casar", "pobrema no úter", "eu Já si operei de apênis", " é de grátis", "vamo de a pé", "adoro tar com você" e outras pérolas gramaticais.

Os olhos podem ter qualquer cor, desde que sejam da mesma e olhem para uma mesma direcção.
Os dentes, além de extremamente brancos, todos os 32, devem permanecer na boca ao deitar e nunca dormirem mergulhados num copo d'água.
O seios devem ser firmes, do tamanho de um mamão papaia, cujos mamilos olhem sempre para o céu, quando muito para o purgatório, nunca  para o inferno.
Devem ter consistência tal que não escapem pelos dedos, como massa de pão.
Por motivos óbvios, a boca e os lábios, devem ter consistência macia, não confundir com beiço.
A barriga, se existir, muito pequena e discreta, e não um ponto de referência.

O PRETENDIDO exige que a PRETENDENTE seja sexualmente normal, isto é, tenha orgasmos, se múltiplos melhor, mas mesmo que eventuais, quando acontecerem, que ela gema um pouco ou pisque os olhos, para que ele se sinta sexualmente interessante.
Independentemente da experiência sexual do PRETENDIDO, este exige que durante o ato sexual a PRETENDENTE não boceje, não ria, não fique  vendo as horas no rádio relógio, não durma ou cochile.
O PRETENDIDO exige que a PRETENDENTE não tenha feito nenhuma sessão de análise, o que poderia camuflar, por algum tempo, uma eventual esquizofrenia.

A PRETENDENTE deverá ter um carro que ande, nem que seja uma Brasília, que tenha dinheiro para o táxi, uma vez que pela própria idade do PRETENDIDO, ele não tem mais paciência para levar namorada  de madrugada para casa.

Enviar cartas com foto recente, de corpo inteiro, frente e costas, da PRETENDENTE, para a redacção deste jornal, para o codinome: CACHORRO MORDIDO DE COBRA TEM MEDO ATÉ DE BARBANTE".

A Resposta da Pretendente, Publicada dias após, no mesmo Periódico

Cearense:
Prezado HOMEM DESCASADO:
Li seu anúncio no jornal, e manifesto meu interesse em manter um compromisso duradouro com o senhor, desde que (é claro) o senhor também preencha outros "certos" requisitos que considero básicos!
Vale lembrar que tais exigências se baseiam em conclusões tiradas acerca do comportamento masculino em diversas relações frustradas, que só não deixaram marcas profundas em minha personalidade, porque "graças a Deus", fiz anos de terapia, o que infelizmente contraria uma de suas exigências!

Quanto à idade convém ressaltar que espero que o senhor tenha a maturidade dos 40 anos e o vigor dos 28, e que seu grau de escolaridade supere a cultura que porventura tenha adquirido assistindo aos programas do "Show do milhão"...!
Seus olhos podem ser de qualquer cor desde que vejam algo além de jogos de futebol e revistas de mulher pelada.
E seus dentes devem sorrir mesmo quando lhe for solicitado que lave a louça ou arrume a cama. Não é necessário que seus músculos tenham sido esculpidos pelo halterofilismo, mas que seus braços sejam fortes o suficiente para carregar as compras.
Quanto à boca, por motivos também óbvios, além de cumprir com eficiência as funções a que se destinam, as bocas - no relacionamento de um casal, devem servir, inclusive, para pronunciar palavras doces e gentis e não somente: 'PEGA MAIS UMA CERVEJA AÍ, MULHER!".
A barriga, que é quase certo que o senhor a tenha, é tolerável, desde que não atrapalhe para abaixar ao pegar as cuecas e meias que jamais deverão ficar no chão.

Quanto ao desempenho sexual espera-se que corresponda ao menos polidamente à "performance" daquilo que o senhor "diz que faz" aos seus amigos! E que durante o ato sexual, não precise levar para a cama livros do tipo: "Manual do corpo humano" ou "Mulher, esse ser estranho"!

No que diz respeito ao ítem alimentação, cumpre estar actualizado com a lista dos melhores restaurantes, ser um bom conhecedor de vinhos e toda espécie de iguarias, além de bancar as contas, evidentemente.

Em relação ao carro, tornam-se desnecessários os trajectos durante a madrugada, uma vez que, havendo correspondência nas exigências que  por ora faço, pretendo mudar-me de mala e cuia para a sua  casa ... meu amor!!!
Ass.: A COBRA
------------------------
26/06/2005

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:12
Sábado , 10 de Janeiro DE 2009

AMIGOS LOUCOS E SÉRIOS

gente.pedacos.jpgMeus amigos são todos assim: Metade loucura, outra metade santidade.
Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Louco que senta e espera a chegada da lua cheia.

Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta.
Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.

Meus amigos são todos assim: Metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Pena, não tenho nem de mim mesmo, e risada, só ofereço ao acaso.

Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos, nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa.

Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril.
------------------
4/09/2002
Marcos Lara Resende

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 15:27
Quinta-feira , 25 de Dezembro DE 2008

Prenda de Natal

prenda_Natal.gifUma prenda de Natal para a esposa,
dum marido feliz da vida.

--------------

Laura B. Martins

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima): ,
LauraBM às 23:30
Quarta-feira , 10 de Dezembro DE 2008

Frases – 1 - Masculinas

A diferença entre a mulher e o homem????
A mulher está sempre pronta para o que der e vier e o homem está sempre pronto para quem vier e der."

"Mulher feia é como pantufa...
Dentro de casa, até que é gostosinha, mas na rua... dá uma vergonha!!!"

"Mulher feia é igual a ventania... só quebra galho."

Passado de mulher é igual a cozinha de restaurante: melhor não conhecer senão você não come.

A mulher chora antes do casamento, o homem depois.

Mulher gordinha é igual a mortadela: redondinha e cheia de gordurinhas.
Quem come adora mas não conta pra ninguém.

Mulher magrinha é como folha de alface: verde, chata e sem sabor.
Serve pra decoração e todo mundo diz que come.

Casar é trocar a admiração de várias mulheres, pela crítica de uma só!!!

Malandro é o pato, que já nasce com os dedos colados para não usar aliança!

"Casamento é um relacionamento onde uma pessoa está sempre certa, e a outra... É o marido!"

Por que apenas 10% das mulheres vão para o céu?  Porque se todas fossem, seria o inferno

Chifre é igual a consórcio: quando você menos espera, é contemplado.

Sozinho, um homem não é nada: nem corno...!

Nasci careca, pelado e sem dente. O que vier é lucro.

O casamento é a maneira de um homem descobrir que tipo de marido sua mulher teria preferido.

Um homem nunca esta completo até que se casa. A partir dai, esta acabado.

Todos os homens nascem livres e iguais; se, depois, decidem se casar, a culpa é deles.

Só devemos escolher para esposa a mulher que escolheríamos para amigo, se fosse homem.

Se os homens agissem depois do casamento da maneira como agem durante o namoro, haveria menos divórcios – e mais falências.

Um dia li que fumar era mau e deixei de fumar. Li que beber era mau e deixei de beber. Li que sexo era mau e ... deixei de ler !!!

Opinião masculina: Mulheres são como moedas: ou são caras ou são coroas.

Se um dia quem você ama lhe trair, e você pensar em se jogar de um prédio, lembre-se:
Você tem chifres, não asas!!!

Os homens casam-se por falta de juízo; separam-se por falta de paciência e casam-se novamente por falta de memória.

Sogra é como onça, todos temos que preservar, mas ninguém quer ter em casa.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:12
Segunda-feira , 10 de Novembro DE 2008

Bula do homem

danger_bula.gifIndicações:

Homem é recomendado para mulheres portadoras de SMS (Síndroma da Mulher Sozinha). Homem é eficaz no controle do desânimo, da ansiedade, irritabilidade, mau humor, insónia, etc.

Posologia e Modo de Usar:

Homem deve ser usado três vezes por semana. Não desaparecendo os sintomas, aumente a dosagem ou procure outro. Homem é apropriado para uso externo ou interno, dependendo da necessidade da mulher.

Precauções:

Mantenha longe do alcance de amigas (vizinhas solitárias, loiras e/ou morenas sorridentes, Tc).
Manuseie com cuidado, pois Homem explode sob pressão, principalmente quando associado à álcool etílico. É desaconselhável o uso, imediatamente após as refeições.

Apresentação:

Mini, Max, Super, Mega, Plus e Super Mega Max Plus (uii !!!)

Conduta na Overdose:

O uso excessivo de Homem, pode produzir dores abdominais, entorses, contraturas lombares, assim como ardor na região pélvica. Recomendam-se banhos de assento, repouso, e contar vantagem para a melhor amiga.

Efeitos Colaterais:

O uso inadequado de Homem, pode acarretar gravidez e acessos de ciúmes. O uso concomitante de produtos da mesma espécie pode causar enjoo e fadiga crónica.

Prazo de Validade:

O número do lote e a data de fabricação, encontram-se na cédula de identidade e no cartão de crédito.

Composição:

Água, tecidos orgânicos, ferro e vitaminas do Complexo "P". ATENÇÃO: Não contém CIMANCOL. Cuidado.
Existem no mercado algumas marcas falsificadas, a embalagem é, de excelente qualidade, mas quando desembrulhado, verifica-se que não fará efeito nenhum, muito pelo contrário, o efeito é totalmente oposto, ou seja, além de não ser eficaz no tratamento, podem agravar os sintomas.

Instruções Para o Perfeito Funcionamento de Um Homem:

1. Ao abrir a embalagem, faça uma cara neutra; não se mostre muito empolgada com o produto. Se fica muito seguro de si, o Homem não funciona muito bem, vive dando defeito.
2. Guarde em lugar fresco (fedorento não dá) e seguro (pois é frágil).
3. Deixe fora do alcance de amigas.
4. Para ligar basta uns beijinhos no pescoço pela manhã, para desligar basta uma noite de sexo, ele dorme como uma pedra e nem dá boa noite (falta de educação é defeito de fábrica).
5. Programe-o para assinar talões de cheque sem reclamar.
6.Carregue as baterias três vezes por dia, café, almoço e janta, mais que isso provoca pneuzinhos indesejáveis.
7. Em caso de defeito, algumas tácticas costumam dar certo: esconda o controle remoto da televisão. Se a falha insistir, corte o futebol com os amigos no final de semana e o chopp. Se o problema persistir, a única maneira é fazer greve de SEXO.
--------------------------------
artigo recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:01
Domingo , 12 de Outubro DE 2008

Piadas - B – Sogras

Antes de começarem a ler, saibam que a melhor sogra que existe é a da minha esposa!!!
---------------------------
O homem leva um susto ao ouvir de sua cartomante:
- Em breve sua sogra morrerá de forma violenta. Imediatamente ele pergunta à vidente:
- Violentamente? E eu? Serei absolvido?
--------------------------------------------------------------------------
Um homem encontra seu amigo na rua e diz-lhe:
- Cara, você é igualzinho a minha sogra, a única diferença é o bigode!
O amigo fala: - Mas eu não tenho bigode!
- Mas minha sogra tem.
--------------------------------------------------------------------------
Um cara foi a delegacia e disse:
- Eu vim dar queixa, pois a minha sogra sumiu.
O delegado disse: - Há quanto tempo ela sumiu?
- Duas semanas - respondeu o genro.
- E só agora é que você me fala?
- É que custei a acreditar que eu tivesse tanta sorte!
--------------------------------------------------------------------------
A sogra do cara morreu... e lhe perguntaram:
- O que fazemos? Enterramos ou cremamos?
- Os dois! Não podemos facilitar!
--------------------------------------------------------------------------
- Querido, onde está aquele livro: "Como viver 100 anos?"
- Joguei fora!
- Jogou fora? Por que?
- É que a sua mãe vem nos visitar amanhã e eu não quero que ela leia essas coisas!
--------------------------------------------------------------------------
- Na sala de espera de um grande Hospital, o médico chega para um cara muito nervoso e diz:
- Tenho uma péssima noticia para lhe dar... A cirurgia que fizemos em sua mãe...
- Ah!, ela não é a minha mãe... É a minha sogra, doutor!
- Nesse caso então, tenho uma boa noticia para lhe dar,  a jararaca morreu!
--------------------------------------------------------------------------
- O cara chega prò amigo e fala:
- Minha sogra morreu e agora fiquei em dúvida, não sei se vou trabalhar ou se vou prò enterro dela... O que é que você acha?
E o amigo:
- Primeiro o trabalho, depois a diversão!!!
--------------------------------------------------------------------------
- O sujeito bate à porta de uma casa e assim que um homem abre ele diz:
- O senhor poderia contribuir para o Lar dos Idosos?
- É claro! Espere um pouco que eu vou buscar a minha sogra!
--------------------------------------------------------------------------
- A mulher comenta com o marido:
- Querido, hoje o relógio caiu da parede da sala e por pouco não bateu na cabeça da mamãe...
- Maldito relógio! Sempre atrasado

ZANGAS
Um casal vinha por uma estrada do interior sem dizer uma palavra.
Uma discussão anterior havia levado a uma briga, e nenhum dos dois queria dar o braço a torcer.
Ao passarem por uma quinta onde havia uma mula e dois porcos, o marido perguntou, sarcástico:
- Parentes teus?
- Sim - respondeu ela - Cunhados e Sogra.

HIC…
Mulher fala com o marido alcoólico, meio encharcado em bebida.
- Se o leite falasse com o vinho, diria: - Eu sou o alimento e tu uma bebida alcoólica.
Resposta do marido: - Em compensação hic... a minha mãe é uma uva hic... e a tua uma vaca hic.....

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:56
Quarta-feira , 10 de Setembro DE 2008

Dedicado ao meu pai, no dia do pai

mulher_jogoxadrez.jpgCampeão, desta vez foi cheque-mate.
Não foi da torre, nesta partida
Ó rei, essa fatal investida
Ao nobre palácio da tua arte

Pai repórter e jornalista
Pai escritor e colunista
Pai desenhador e humorista
Pintor, medalhado, desportista
Pai coleccionador e artista
Pai actor e figurinista
Pai inventor, vanguardista

Foi o tempo, na jogada final!
Manhã escura, com a noite parecida
Ângulo recto na curva ferida
Sobre o tabuleiro da tua vida
Foi desafio de Mestre e foi Natal!
--------------------------
20/03/2008
Sara Rafael (Lisboa)
http://geocities.yahoo.com.br/jerusalem_13/sararafael.html

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:52
Domingo , 10 de Agosto DE 2008

Defeitos e virtudes - Poema

coracoes_sumir.gifSe os defeitos que te imputo
têm a finalidade
de massacrar-te, e discuto
por tudo e nada... É do luto
que a minh'alma toda invade.

Os filhos que nos nasceram,
são fruto duma ilusão.
Aos defeitos que acederam,
virtudes que apareceram...
Eles são meus; elas não!

Ao escolher, decidir,
fiz asneiras. Ninguém viu
quão infeliz o porvir.
Não tenho como fugir
porque a vida me oprimiu.

Hoje, a infelicidade
promove as minhas acções.
No ar há uma falsidade
que nos subjuga e invade...
desce aos nossos corações.
------------------------
2/04/2006
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores nº 20958

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:44
Quinta-feira , 10 de Julho DE 2008

Vc tem Experiência??

Num processo de selecção da Volkswagen, os candidatos deveriam responder a seguinte pergunta: "Você tem experiência?"
A redacção abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos. Ele foi aprovado e seu texto está fazendo sucesso, e ele, com certeza, será sempre lembrado por sua criatividade, sua poesia, e acima de tudo por sua alma.

REDAÇÃO VENCEDORA:
"Já fiz cosquinha na minha irmã só para ela parar de chorar, já me queimei brincando com vela. Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés para fora.
Já passei trote por telefone.
Já tomei banho de chuva e acabei me viciando.
Já roubei beijo.
Já confundi sentimentos. Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido.
Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei fazendo a
barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de se esquecer.
Já subi escondido no telhado para tentar pegar estrelas, já subi em árvore para roubar fruta, já caí da escada de bunda.
Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa para sempre, e voltei no outro instante.
Já corri para não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não
encontrei meu lugar.
Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci novamente para ver o sorriso de alguém especial.
Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme jardim.
Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um "para sempre" pela metade.
Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.

Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados num baú, chamado coração.
E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita: 'Qual sua experiência?'.
Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência... experiência...
Será que ser "plantador de sorrisos" é uma boa experiência? Não!!! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!
Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta:
Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?"
--------------------------------
13/04/2005
Texto recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:27
Terça-feira , 10 de Junho DE 2008

AHHH...ESSES NOSSOS HERÓIS!...

Decepcionado com estes tempos desprovidos de heróis de verdade, fui atrás dos meus ídolos de infância. Infelizmente, vi que o tempo é o maior e mais invencível dos vilões e, agora, retrato fielmente como está a vida de alguns destes personagens:

TARZAN
Conseguiu transformar a sua floresta em uma reserva ecológica, mas montou uma serralharia clandestina e ganhou grande fortuna com a venda de madeira. Metade da floresta está destruída. Abandonou a Jane e assumiu definitivamente a sua relação com a Chita. Ainda briga com o crocodilo, mas morre de medo do leão, do Imposto de Renda. Procurado por nossa reportagem
para explicar porque abandonou os ideais de juventude, foi de uma franqueza avassaladora:
- Mim rico. Você, pobre.

SUPER-MAN
Frequenta um clube gay. Para não ser reconhecido, arranjou um disfarce perfeito: lentes de contacto. Uma verde. A outra azul. Dizem que está saindo com o Robin. Seu maior inimigo, hoje, é o Batman.

BELA ADORMECIDA
É esotérica. Escreve livros de auto-ajuda. "Sonoterapia" e "Interpretação dos Sonhos" venderam milhares de exemplares. Apesar disso, tem imensos problemas em casa e sofre de depressão. Está desencantada com seu príncipe encantado, que não trabalha e vive às suas custas. Não se
separa para evitar a divisão dos bens. Serão infelizes para sempre.

FRED FLINTSTONE
Foi abandonado pela esposa, pelos amigos e até pelo Dino. Dias atrás perdeu seu carro em uma aposta feita com Roberto Pupo Moreno. Anda bebendo demais, sempre sozinho e triste.  Não pronuncia uma única palavra durante toda a noite. E somente de madrugada, quando sai cambaleando pelas ruas de Bedrock, que diz alguma coisa e sua voz ecoa por toda a cidade:
Viiiiiiiiiillllllllllllllllllllmmmmaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!
Mas ninguém aparece.

HOMEM ARANHA
Caiu numa rede de intrigas e entrou em crise. Apesar do reumatismo, insiste em continuar subindo os prédios. Por isso, arranjou emprego de ascensorista. Seus amigos se afastam cada vez mais devido a seus hábitos repugnantes. Dias atrás, convidado a ir a um restaurante fino, gritou para o garção: "Cadê a mosca da minha sopa?"

BRANCA DE NEVE
Separou-se do príncipe depois que tiveram, juntos, um filho anão.
Fútil, passa as tardes fazendo bronzeamento artificial em academias caras.
Tem fixação por espelhos. Se acha gordinha e agora está fazendo a dieta das maçãs. As amigas perguntam: "Você está louca? Quer morrer?"

HOMEM INVISÍVEL
Não foi encontrado pela nossa reportagem.
--------------------------------
8/09/2007
artigo recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 18:14
Sábado , 10 de Maio DE 2008

BROCHADAS

Broxar é sempre uma situação, digamos, broxante. O importante, porém, é não perder a compostura quando o bichinho se recusar a cumprir sua função.
Dê a volta por cima e saia com alguma observação bem-humorada.
Aqui vão catorze sugestões para você usar neste momento trágico. Uma delas, com certeza, terá tudo a ver com sua personalidade marcante, singular e intransferível

1. Irónico - "Nossa, deve ser alguma coisa que eu não comi!"
2. Sarcástico (ou Ecologista)- "Bem, só me resta cortá-lo e guardá-lo num vidrinho para as futuras gerações."
3. Cínico - "Hehehe, isso é o que eu chamo de sexo frágil!"
4. Iconoclasta - "Levanta-te e anda, descrente!"
5. Modernoso - "Na verdade, meu bem, eu acho que sexo é totalmente dispensável numa relação moderna..."
6. Dispersivo - "Você sabia que a autobiografia do Fernando Collor vai se chamar 'Que Culpa Tenho Eu'?"
7. Compreensivo - "Liga não, ele faz isso só pra chamar a atenção!"
8. Esportista - "Pô, logo hoje que eu ia dar a milésima e dedicá-la às criancinhas do Brasil!"
9. Surreal - "Pra falar a verdade, ele não é meu. O meu está no conserto. Este eu peguei emprestado do Ronaldinho".
10. Nacionalista (cantando) - "Deitado eternamente em berço esplêeeendido..."
11. Inconformado - "Gozado, isto nunca me acontece antes. Só depois..."
12. Politizado - "Acho que vou passar a chamá-lo de Fernando Henrique ou Enéas."
13. Freudiano - "... é que ele tem trauma de adolescência - vivia apanhando e era sempre cinco contra um!"
14. Autoconfiante - "Até que enfim aconteceu! Eu já estava me sentindo um estranho no meio da turma...
-------------------------------
7/06/2007
Texto recebido via internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima): ,
LauraBM às 18:01
Quinta-feira , 10 de Abril DE 2008

Para analizar............

(este é realidade e não esses textos inventados que andam por ai)

Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garção faz tudo, menos o meu pedido.
Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.
Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.
Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama quando a recebe após três semanas somente.
Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.
Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranquilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera pacientemente enquanto os funcionários trocam ideias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se.

Sabe quem eu sou?

Eu sou o cliente que nunca mais volta!

Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua empresa. Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, de me enviar um pouco mais de "CORTESIA".

"Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo para baixo, simplesmente gastando seu dinheiro em algum outro lugar."
---------------------
26/02/2007
Por Sam Walton -
Fundador da Wal-Mart, a maior cadeia de varejo do mundo.
==================================================
NOTA:
Agora estas  pessoas que ''lêem jornais ou trocam conversas entre eles'', trocaram pelo computador.
Temos presenciado várias situações parecidas. A gente chega e os funcionários nem ''cara de paisagem''  fazem mais....
Se mostram sempre muito concentrados no computador, impossibilitados de serem interrompidos.
Realmente, a gente sai e não volta....(e também não esquece....)
Lídia

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:26
Segunda-feira , 10 de Março DE 2008

Alma dos Diferentes

homem_descapotavel.gif"... Ah, o diferente, esse ser especial!

Diferente não é quem pretenda ser. Esse é um imitador do que ainda não foi imitado, nunca um ser diferente.

Diferente é quem foi dotado de alguns mais e de alguns menos em hora, momento e lugar errados para os outros. Que riem de inveja de não serem assim. E de medo de não agüentar, caso um dia venham, a ser.
O diferente é um ser sempre mais próximo da perfeição.

O diferente nunca é um chato. Mas é sempre confundido por pessoas menos sensíveis e avisadas. Supondo encontrar um chato onde está um diferente, talentos são rechaçados; vitórias, adiadas; esperanças, mortas. Um diferente medroso, este sim, acaba transformando-se num chato. Chato é um diferente que não vingou.

Os diferentes muito inteligentes percebem porque os outros não os entendem. Os diferentes raivosos acabam tendo razão sozinhos, contra o mundo inteiro. Diferente que se preza entende o porque de quem o agride. Se o diferente se mediocrizar, mergulhará no complexo de inferioridade.

O diferente paga sempre o preço de estar - mesmo sem querer - alterando algo, ameaçando rebanhos, carneiros e pastores. O diferente suporta e digere a ira do irremediavelmente igual: a inveja do comum; o ódio do mediano. O verdadeiro diferente sabe que nunca tem razão, mas que está sempre certo.

O diferente começa a sofrer cedo, já no primário, onde os demais de mãos dadas, e até mesmo alguns adultos por omissão, se unem para transformar o que é peculiaridade e potencial em aleijão e caricatura. O que é percepção aguçada em : "Puxa, fulano, como você é complicado". O que é o embrião de um estilo próprio em : "Você não está vendo como todo mundo faz? "

O diferente carrega desde cedo apelidos e marcações os quais acaba incorporando. Só os diferentes mais fortes do que o mundo se transformaram (e se transformam) nos seus grandes modificadores.

Diferente é o que vê mais longe do que o consenso. O que sente antes mesmo dos demais começarem a perceber. Diferente é o que se emociona enquanto todos em torno agridem e gargalham. É o que engorda mais um pouco; chora onde outros xingam; estuda onde outros burram. Quer onde outros cansam. Espera de onde já não vem. Sonha entre realistas. Concretiza entre sonhadores. Fala de leite em reunião de bêbados. Cria onde o hábito rotiniza. Sofre onde os outros ganham.

Diferente é o que fica doendo onde a alegria impera. Aceita empregos que ninguém supõe. Perde horas em coisas que só ele sabe importantes. Engorda onde não deve. Diz sempre na hora de calar. Cala nas horas erradas. Não desiste de lutar pela harmonia. Fala de amor no meio da guerra. Deixa o adversário fazer o gol, porque gosta mais de jogar do que de ganhar. Ele aprendeu a superar riso, deboche, escárnio, e consciência dolorosa de que a média é má porque é igual.

Os diferentes aí estão: enfermos, paralíticos, machucados, engordados, magros demais, inteligentes em excesso, bons demais para aquele cargo, excepcionais, narigudos, barrigudos, joelhudos, de pé grande, de roupas erradas, cheios de espinhas, de mumunha, de malícia ou de baba. Aí estão, doendo e doendo, mas procurando ser, conseguindo ser, sendo muito mais.

A alma dos diferentes é feita de uma luz além. Sua estrela tem moradas deslumbrantes que eles guardam para os pouco capazes de os sentir e entender. Nessas moradas estão tesouros da ternura humana. De que só os diferentes são capazes.

Não mexa com o amor de um diferente. A menos que você seja suficientemente forte para suportá-lo depois."
-------------
Artur da Távola

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:01
Domingo , 10 de Fevereiro DE 2008

Churrasco (Visto dos 2 lados)

cozinheiro_churrasco.gif

CHURRASCO (Escrito por uma mulher)

"O churrasco é o único cozimento que um homem faz.

Quando um homem se  propõe para realizar um, a cadeia dos acontecimentos é a seguinte:

01  - A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.
02 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a  sobremesa.
03 - A mulher tempera a carne, dispõe-na numa bandeja com os talheres necessários enquanto que o homem está deitado junto à churrasqueira, bebendo uma cerveja.
04 - O homem coloca a carne no fogo.
05 - A mulher vai para dentro de casa pôr a mesa e verificar o  cozimento dos legumes.
06 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.
07 - O homem tira a carne do fogo.
08 - A mulher arranja os pratos e coloca-os na mesa.
09 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.
10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que  cozinhar... e perante o ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas...

RESPOSTA (Escrita por um homem)

01 - Nenhum churrasqueiro é tonto o suficiente para pedir à mulher  para fazer as compras para um churrasco, pois ela vai trazer cerveja  Kaiser, um monte de bifes, asas de frango e uma peça de picanha de 4,800 Kg que o açougueiro disse ser " Óptima ", pois não conseguiu empurrar para  nenhum  homem.
02 - Salada, arroz, farofa,  vinagrete e a sobremesa? Ela prepara isto só para as mulheres comerem. O homem come só a carne.
03 - Temperar carne??? Na carne só se joga sal grosso na hora de  assar e pronto. Bandeja com talheres? Só se for para as frescas. Homem que é homem, come com as mãos.
04 - Coloca a carne no fogo??? A carne vai para a grelha ou para um  espeto que tem que ser virado à toda hora.
05 - Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso.
06 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada reclama: " Não quero comer sangue " ; " Isto está muito cru... " "Deixa passar um pouquinho mais (após a décima vez que você oferece  o mesmo pedaço que estaria no ponto uma hora antes ). Ou seja, elas  acabam comendo carne em forma de carvão, tão mole e suculenta quanto o  espeto.
07 - Ainda bem que somos nós é que tiramos a carne do fogo, pois se  fossem elas, comeríamos carvões como os descritos no parágrafo anterior.
08 - Pratos??? Só se for para elas mesmas!!!!
09 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol. Lavar louça?? Só usei meus dedos!!! (e limpei na calça).
10 - Realmente, ninguém nunca vai entender as mulheres.... Nem elas  nunca vão entender o que é um churrasco!!!!!"
----------
21/02/2002
Beth

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 20:06
Quinta-feira , 10 de Janeiro DE 2008

Meigo como um PC.....

pcs_coracoesirvir.gif 

O que as mulheres querem do computador....

Brinco com a ideia de uma história que abre com uma mulher dizendo:
"Tudo o que eu queria é um homem que tivesse a gentileza de um computador". Por quê?
O computador é o último refúgio universal da polidez.
Tudo ele pede por favor. Sugere, confirma, procura ajudar.
Ele "sabe" que a natureza humana é falha, que o erro ronda cada gesto nosso, que nos atormentaríamos depois, clamando uma frase que cobra a indiferença de todos:
" Por que ninguém me avisou?"
Ele avisa, pergunta a cada passo se a pessoa tem certeza.
Não quer pegá-la numa falha para depois vir com acusações.
Sabe que um engano vai chateá-la e complicar sua vida.
Imagino essa personagem clicando para seu homo-software que pretende transar com um amigo e ele - delicado, solícito - pergunta:
"Tem certeza que pretende instalar tal aplicativo na pasta Amores?
Se fizer isso, todos os seus arquivos no meu disco rígido serão apagados".
E depois ele ainda apresenta as opções: "avançar", "cancelar".

Seu computador ainda não fala, mas quando falar certamente não usará tons de voz, aqueles que exprimem menosprezo ou grosseria além das palavras.
O criador humano pensa em máquinas gentis. O robô doméstico imaginado pela tecnologia é suave, uma flor de pessoa.
O que eu quero dizer é que os homens deveriam a delicadeza como traço pessoal, nem que fosse por estratégia. É uma demanda delas, mulheres.
Depois, gostando dos resultados, talvez eles mantenham essa qualidade, antiga e moderna ao mesmo tempo.
Algumas mulheres queixam-se de que os caras estão disputando até a passagem por uma porta. Esse gesto reproduz, de certa forma, a batalha de competências que surgiu na área profissional.
O truque delicado-moderno é saber separar as coisas.
Deixar qualquer disputa entre os sexos apenas nos resultados, lá para dentro; na porta, gentileza.
Ceder a passagem não só à mulher que está ao lado, mas também ao homem mais próximo. Para mostrar a ela que você é fundamentalmente delicado, não machistamente delicado.
No restaurante, perguntar primeiro o que ela quer, escolher um vinho cujo sabor possa agradá-la, mesmo que não seja o seu preferido.
Numa festa, se o casal tiver de se separar, que ele se mantenha atento, em discretíssima atitude protectora. Não fazer como um amigo meu, que chegou a esquecer a mulher numa reunião: foi para casa, adormeceu no sofá diante da televisão, ela voltou de carona. Distração, ele diz. Na verdade, grosseria.
Então, numa festa, é gentil manter o olhar, um sorriso a distância, quem sabe um beijinho voando entre copos e pessoas.
Usar a doçura como sedução.
Ao ouvir uma mulher, olhar sua boca com atenção, como se não quisesse perder as palavras, atento ao seu jeito particular de dizê-las. Pode passar pela cabeça dela que você pensa em beijá-la, mas isso é mau?
No shopping, carregar os pacotes. Na cama, como na porta, ela primeiro.
Disse que a delicadeza é antiga e moderna.
Explico, ou tento.
O homem da primeira metade do século 20 cultivava o que se chamava de boas maneiras, mas era fundamentalmente autoritário, machista, preconceituoso.
Havia então uma série de qualidades consideradas "masculinas": arrojo, auto-controle, independência, força de vontade, racionalidade, firmeza, liderança.
E havia as "femininas": delicadeza, emotividade, flexibilidade, habilidade, adaptabilidade.
Os homens viveram muito bem com esse arranjo enquanto a
organização da sociedade se baseava em valores "masculinos".
Mesmo depois da contraculturas dos anos 70, dos yuppies dos anos 80 e da indefinição dos 90.
Mas agora o mercado de trabalho substituiu algumas qualidades por outras, puxadas justamente entre aquelas chamadas "femininas".
Pelo novo modelo, as pessoas da área de decisão devem ser mais flexíveis, adaptáveis, hábeis, delicadas.
O grosso tornou-se obsoleto.
Em consequência, o aparato "masculino" para o sucesso entrou em crise.
A formação vai-se adaptando.
Nas famílias mais esclarecidas ou naquelas que cultuam o êxito, os machinhos são vistos até pelo pai com um confuso sentimento de orgulho antigo e preocupação moderna.
Já não é proibido chorar. Meninos emotivos são os queridinhos das professoras.
Nada mais moderno, pois, do que um perfil masculino que amolde algo do gestual dos cavalheiros, da gentileza dos computadores e da delicadeza dos recém-namorados.
----------
27/06/2007
Ivan Ângelo

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:24
Segunda-feira , 24 de Dezembro DE 2007

Prenda de Natal masculina

carroverm-rir.jpgNem pense!

Outra vez uma gravata?

E depois queixe-se!

 

Não sabe que ele anda de nariz no ar

a farejar aquele tal carrinho vermelho

que está no stand da esquina?

Homens são assim mesmo! rsssss

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:36
Segunda-feira , 10 de Dezembro DE 2007

Definições várias de Casamento

anjinho_rosado.bmp

1 - Ato religioso mediante o qual se cria mais um cristo e uma virgem a menos.
2 - Única sentença de prisão perpétua que pode ser cancelada por mau comportamento.
3 - Situação em que nenhuma mulher tem o que esperava e nenhum homem espera o que tem.
4 - Matematicamente: soma de afeto, subtração de liberdade, multiplicação de responsabilidades e divisão de bens.
5 - Considerado a principal causa do divórcio.
6 - Processo químico através do qual uma laranja se transforma em limão.
7 - Catalisador da engorda.
8 - A única guerra onde se dorme com o inimigo.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:51
Sábado , 10 de Novembro DE 2007

Chifre...

boi_chifres.jpgVocê homem da actualidade, vem se surpreendendo diuturnamente com o "nível"  intelectual, cultural e,  principalmente, "liberal" de sua mulher, namorada etc...
As vezes sequer sabe como agir, e lá no fundinho tem aquele medo de ser traído - ou nos termos usuais - "corneado".
Saiba de uma coisa... Esse risco  é iminente, a probabilidade disso acontecer é muito  grande, e só cabe a você, e a ninguém mais evitar que isso aconteça - ou então - assumir seu "chifre" em alto e bom som.
Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição vem me chamando a atenção já há tempos.

Mas o que seria uma "mulher moderna"?
A principio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem)  tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho  engrandece, que é independente sentimentalmente dos outros, que é corajosa,  companheira, confidente, amante...
É aquela que ás vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e correr para os seus braços...
É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda...
Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de  ninguém enxerga a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...

Assim, após um processo "investigatório" junto a essas "mulheres modernas" pude constatar o pior. VOCÊ SERÁ (OU É???) "corno", a menos que:  Nunca deixe uma "mulher moderna" insegura.
Antigamente elas choravam. Hoje, elas simplesmente traem, sem dó nem piedade.

Não ache que ela tem poderes "adivinhatórios".
Ela tem de  saber da  sua  boca  o quanto você gosta dela, qualquer dúvida neste sentido poderá  levar  às consequências expostas acima.
Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol...) mais do que duas vezes por semana, três vezes então é assinar atestado de "chifrudo".
As "mulheres modernas" dificilmente andam implicando  com isso, entretanto elas são categoricamente "cheias de amor  pra dar" e  precisam da "presença masculina".
Se não for a sua meu amigo... Bem...

Quando disser que vai ligar, ligue, senão o risco dela ligar pra aquele ex  bom de cama é grandessíssimo.

Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la.
As "mulheres modernas" têm um pique absurdo com relação ao sexo e, principalmente dos 20 aos 38 anos, elas pensam e querem fazer sexo TODOS  OS DIAS (pasmem, mas é a pura verdade)...
Bom, nem precisa dizer que se não  for com você...

Lhe dê atenção, mas principalmente faça com que ela perceba isso.
Garanhões mau (ou bem) intencionados sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é ????

Nem pense em provocar "ciuminhos" vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres.
Em hipótese alguma deixe-a desconfiar do facto de você estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo a um "chifre" tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS  "comedor" do que você... só que o prato principal, bem... dessa vez é a SUA  mulher.

Sabe aquele bonitão que, você sabe, sairia com a sua mulher a qualquer hora. Bem... de repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece... Quando você reparar... já foi.

Tente estar menos "cansado". A "mulher moderna" também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para - como diziam os homens de  antigamente  "dar uma", para depois, virar do lado e simplesmente dormir.

Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair  viviam se cruzando em "baladas", "se pegando" em lugares inusitados,  trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito  grande, e a de sentir falta disso então é imensa.
A "mulher moderna" não  pode sentir falta dessas coisas... senão...

Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão "quem não dá assistência, abre concorrência e perde a preferência" .
Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de quem realmente gosta e tem  plena consciência de que,  actualmente o mercado não está pra peixe (falemos de qualidade), pense bem antes de dar alguma dessas "mancadas"...

Proteja-a, ame-a, e, principalmente, faça-a saber disso. Ela vai pensar milhões de vezes antes de  dar bola pra aquele "bonitão" que vive enchendo-a de olhares... e vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!!!

HOMEM QUE SE MOSTRA ATENCIOSO TEM TUDO DA MULHER.
------------
11/08/2005
Arnaldo Jabor

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:58
Quarta-feira , 10 de Outubro DE 2007

Piadas - A – Sogras

A SOGRA
Sogra não é parente. É castigo.
Sogra boa é a que já morreu.
Feliz foi Adão, que não teve sogra, nem caminhão.
Deus fez a mãe, mas o Diabo inventou a sogra
Não mando minha sogra para o inferno porque fico com pena do Diabo.
Quando sogra for dinheiro, pobre só casa com órfã.
Sogra por sogra, boa mesmo é a da minha mulher.
Sogra e arado só prestam debaixo do chão.
Duas coisas matam de repente: vento pelas costas e sogra pela frente
Pior do que coice de burro só praga de sogra.
Sogra, milho e feijão, só debaixo do chão.
Corro, porque minha sogra vem aí.
Sogra é a segunda mãe, depois que morre.
Bígamo é o pecador que paga seus pecados porque tem duas sogras.
Sogra? Nem de barro à porta.
Morar com sogra é fazer vestibular para o céu.
Se sogra fosse coisa boa, Cristo não teria morrido solteiro.
Sogra boa é maravilha, uma nora nunca é filha.
Sogra e madrasta, só o nome basta.
A pior formiga do jardim de minha vida é a minha sogra.
Casei-me de novo mas, com a cunhada, para economizar sogra.
---------------
25/11/2006
Vera Rossi

A SOGRA QUE NINGUÉM MERECE
O guarda rodoviário manda o sujeito parar o carro:
- Seus documentos, por favor. O senhor estava a 130 km/h e a velocidade máxima esta estrada é 100.
- Não, seu guarda, eu estava a 100, com certeza.
Mas a sogra, no banco de trás, corrige:
- Ah, João Luiz, que é isso! Você estava a 130 ou mais!
O sujeito olha para a sogra com o rosto fervendo.
- E sua lanterna direita não está funcionando...
- Minha lanterna? Nem sabia disso. Deve ter pifado aqui na estrada.
A sogra insiste: 
- Ah, João Luiz, que mentira! Você vem falando há semanas que precisa  consertar a lanterna!
O sujeito nervoso faz sinal à sogra para ficar quieta.
- E o senhor está sem o cinto de segurança.
- Mas, seu guarda, eu estava com ele. Eu só tirei para pegar os documentos!!!
- Ah, João Luiz, deixa disso! Você nunca usa o cinto!
O sujeito não se contém e grita para a sogra:
- Cala boca,sua bruaca!
O guarda se inclina e pergunta à senhora:
- Ele sempre grita assim com a senhora?
- Não, seu guarda; só quando bebe...

JÁ?
O Cara acabou de perder a sogra. Assim que ele deu Graças a Deus de enterrar a velha, vinha cantarolando todo feliz pela rua.
Na rua da casa dele tinha um prédio em construção.
Bem na hora em que o sujeito passou defronte ao prédio...TUM!!!! cai um tijolo lá de cima, quase acertando a cabeça dele. Aí ele olhou para cima e falou:
- A Desgraçada já chegou lá em cima!

SOGRA
A sogra chega à casa da filha e encontra o genro saindo, furioso.
- O que aconteceu, meu filho? - ela pergunta.
- O que aconteceu?? Aconteceu o seguinte, minha sogra! Fui viajar e mandei um telegrama para sua filha avisando que voltaria hoje. Chego em casa e o que eu encontro?? Ela com um sujeito!! Nem mandando um telegrama ela me respeita mais!! É o fim, estou indo embora para sempre, minha sogra!!!
- Calma - pede a sogra - Deve haver algo errado nessa história, minha filha jamais faria uma tolice dessas. Espere um pouco, genro querido,  que vou verificar o que aconteceu.
Alguns momentos depois volta a sogra, sorridente:
- Eu não disse que havia alguma coisa errada, querido? Minha filha não recebeu o seu telegrama...

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:45
Sexta-feira , 05 de Outubro DE 2007

Mamografia versus .....grafia!

versomamografia.jpg Ai, dói? Hummmmmm!!!!!!!

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:42
Segunda-feira , 10 de Setembro DE 2007

Magazine de Notícias de Portugal

homem_vociferar.gifDescoberto primeiro homem que não culpou a mulher por água do duche ter arrefecido de repente
As autoridades foram chamadas ao local a pedido da mulher do indivíduo envolvido, extremamente preocupada com uma situação tão inédita.
Segundo as autoridades, não existem relatos de casos com estas características.
O indivíduo foi levado para testes psiquiátricos e estará sob observação intensa de 10 professores catedráticos americanos especializados em doenças mentais.

Segundo os depoimentos prestados pelo casal na esquadra, quando a água passou de repente de quente para fria, o homem estava debaixo do chuveiro. Este terá permanecido calado, sereno, ter-se-á secado com uma toalha, vestido um roupão, dirigiu-se à cozinha e, depois de se ter apercebido que o esquentador se tinha desligado, voltou a ligar, sorriu, deu um beijo à mulher e voltou para o duche sem ter feito quaisquer acusações.
----------------------------
22/09/2007
Sara Rafael
http://geocities.yahoo.com.br/jerusalem_13/sararafael.html

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:24
Sexta-feira , 10 de Agosto DE 2007

Poema-Companheiro esquecido

casal_word.gifEsqueceste-te de ler os meus poemas.
Esqueceste de apoiar a minha arte.
Agora, quando o corpo está presente,
o espírito viajou pra qualquer parte.

Jogos de bola, tu vês sem parar,
colado no sofá e na TV.
Sem ver que a poetisa vai escapar
de quem, jornais da bola, apenas lê.

Aquilo que dissemos, um ao outro,
era bonito. Posso escrever num papel.
Mas transportá-lo para o dia a dia ...
Tenho vontade de devolver-te o anel!

É certo que eu fiquei insuportável!
Verdade! Nada temos em comum!
Juntámo-nos e a disparidade
ressalta, no feitio de cada um.

Ecoam palavras desagradáveis.
Eu choro pelos cantos, infeliz.
Tu sais, para o trabalho, imperturbável ...
Se nunca me matei, foi por um triz!

Vives na lua. Vives apressado.
Não ouves nada, do que eu quero dizer. 
Falar contigo, igual a estar calado.
Vivemos juntos! Pra quê, posso saber?

Mas, isso, tem assim tanta importância?
Perguntas-me. E eu estou tão arreliada
de te ouvir dizer sempre a mesma coisa,
anos a fio... repara:- Estou cansada!

São coisas mínimas, são só bagatelas.
Pra ti são zero; pra mim são milhares delas.
Observa:- O amor é feito assim:            
coisas pequenas, mas tão grandes pra mim!

Tudo que sofro, redunda num poema.
Mas, até nisso, tu queres pôr um final.
- Não fica bem! Fizeste disso um lema.
Parece mal! Parece mal! Parece mal!
------------------------
11/2000
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores nº 20958

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 18:14
Segunda-feira , 09 de Julho DE 2007

Carta de um caloteiro

homem_maofind.jpgSegue carta engraçada de um devedor, muito cara-de-pau, publicada na Folha.
Esta carta é verídica e foi divulgada pelo próprio Clube de Dirigentes Lojistas.
A correspondência abaixo foi enviada por um devedor a uma das várias lojas credoras, conforme ele mesmo informa na sua correspondência:

"Prezados Senhores,

Esta é a oitava carta jurídica de cobrança que recebo de V.Sas...
Sei que não estou em dia com meus pagamentos. Acontece que eu estou devendo também em outras lojas e todas esperam que eu lhe pague.
Contudo, meus rendimentos mensais só permitem que eu pague duas prestações no fim de cada mês. As outras, ficam para o mês seguinte..
Estou ciente de que não sou injusto, daquele tipo que prefere não pagar esta ou aquela empresa em detrimento das demais.

Ocorre o seguinte.... Todo mês, quando recebo meu salário, escrevo o nome dos meus credores em pequenos pedaços de papel, que enrolo e coloco dentro duma caixinha. Depois, olhando para o outro lado, retiro dois papéis, que são os dois ´sortudos´ que irão receber o meu rico dinheirinho. Os outros, paciência. Ficam para o mês seguinte.

Firmo aos senhores, com toda certeza, que sua empresa tem constado todos os meses na minha caixinha... Se não os paguei ainda, é porque os senhores estão com pouca sorte.

Finalmente, faço-lhes uma advertência:
Se os senhores continuarem com essa mania de me enviar cartas de cobrança ameaçadoras e insolentes, como a última que recebi, serei obrigado a excluir o nome de V.Sas. dos meus sorteios mensais.
Sem mais, obrigado."
--------------------------------
26/02/2006
artigo recebido via Internet s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 00:51
Domingo , 10 de Junho DE 2007

Criado-mudo

criadomudoverm.jpgTudo começou quando resolvi me mudar do décimo para o quarto andar, aqui mesmo, neste edifício da alameda Franca. Um carrinho de supermercado seria o suficiente. Queria fazer lá embaixo um lar, já que isso aqui virou um vício. E, como todo vício, mania.
Lá no quarto andar, tem 4 apartamentos. Eu não conhecia ainda os vizinhos quando o fato se deu.
Passei o dia levando coisas lá para baixo. Há dois dias que faço isso, ajudado pela Cristina.
Uma das últimas viagens e lá ia eu com a Cris ao lado, descendo pelo elevador. Carregávamos o criado-mudo. O criado-mudo tem uma gavetinha. Quando a porta se abriu, havia duas famílias esperando: meus vizinhos. Pai, mãe, crianças e até uma avó.
Foi quando eu estendi o braço para me apresentar como o novo vizinho que tudo aconteceu. E foi muito rápido. Muito!
Quando eu tirei a mão do movelzinho para cumprimentar aqueles que agora são meus vizinhos, a gavetinha deslizou. Eu ainda tentei uma gingada com o corpo pra ver se evitava a catástrofe, mas não adiantou. A filha da mãe estava indo para o chão, lisa como quiabo. Estava indo para o chão com tudo dentro. E não existe nada mais indiscreto que uma gavetinha de criado-mudo de um homem que mora sozinho. Ou mesmo que não more. Ali você vai jogando coisinhas, papéis. Coisas, enfim. Coisas que só têm um destino na vida: a gavetinha do criado-mudo.
Entre a danada escapar do móvel e esparramar tudo pelo chão, não devem ter sido nem dois segundos. Mas estes dois segundos foram sofridos. Neste pedacinho de tempo tentei, em vão, me lembrar do que era que tinha lá dentro e, consequentemente, toda a vizinhança ia ver. Além da Cristina.
Não deu outra. A gaveta caiu de quina e tudo voou. E voou tudo de cabeça pra cima, tudo querendo se mostrar. Ar livre. Há quanto tempo aquilo tudo não via a luz do dia, já que ficavam debaixo do abajur lilás? E não ficou tudo amontoadinho, não. O material se esparramou legal pelo
hall. Diante do que vi no primeiro bater de olhos, a ideia foi pular em cima e cobrir tudo com o corpo até todo mundo sumir dali.
Sim, na gavetinha do criado-mudo a gente joga tudo. Pelos meus cálculos, devia ter coisas ali dos últimos cinco anos. Que, é claro, eu não saberia dizer. Eu não tinha ideia do que é que estava indo para o chão e aos olhos da vizinhança estupefacta. Um pedaço da minha vida estava ali, no chão, sujeito à visitação pública. Uma vergonha. E o pior é que não dava para pegar tudo de uma vez. Teve pilha que rolou escada abaixo. Moedinhas rodopiavam sem parar, fazendo aquele barulhinho.
A primeira coisa que a Cristina recolheu foi um par de brincos douradérrimos. Que não eram dela. E eu não ia explicar ali que eu não tinha a menor ideia de quem fossem. Podia estar ali há cinco, seis anos.
As crianças olharam para três camisinhas e deram-se sorrisos cúmplices. Não foi bem este o olhar da Cris.
Aquele pequeno despertador quebrou o vidro. Estava parado às 10 e 10 do dia 23, sabe-se lá de que mês ou ano. Três edições da Playboy Velhas. Uma da Tiazinha. Constrangimento. Pra minha sorte, bem ao lado caiu a História da Filosofia, de I.Khlyabich. E o livro daquela jovem namorada do Sallinger, do Apanhador no Campo de Centeio. Mais ou menos pornografia... Amenizou um pouco, não?
E as camisinhas eram de 98, estava escrito lá. Limpou um pouco a barra. Um pouco. Sim, por outro lado, mostrava que desde 98 que eu... deixa pra lá.
Tinha o menu da minha aula de culinária de março. Naquele dia aprendi a fazer crepe de pancetta e queijo brie, com a professora Bia Braga, junto com o Frei Betto, aluno também.
Tinha procurado tanto o Guia de Acesso Rápido do celular. Tava lá. Agora eu ia aprender a apagar os telefones vencidos da caixa.
Meu Deus, o que é aquilo no pé do garoto? Viagra! E o filho da puta pegou e mostrou para o pai que me olhou com pena, com dó: tão jovem e...
Tive que dar explicações:
- He,he, he, é o Jair, que é do 103, psicanalista, amostra grátis, aí. Tem dois.
Já ia dar uma explicação da experiência que tinha tido com o que não estava mais ali, mas achei que os pais não iriam ouvir de bom grado, diante das crianças. Viagra é a maior sujeira, posso te garantir. Acho que não convenci ninguém. Cris, com os alheios brincos na mão, escondeu o Viagra. Vexame total.
Mas isso era só o começo da minha vida esparramada no chão de mármore.
- a conta da compra do computador que eu dei para a minha irmã;
- duas pilhas Duracell que jamais saberemos se estão boas ou já usadas. Esse problema de pilhas soltas me enlouquece;
- sabe aquelas moedinhas de orelhão que não funcionam mais? Várias;
- uma foto minha com a atroz Manoella Teixeira, abraçados na porta do Ritz (isso foi há dois anos, fui logo explicando);
- uma cartela de Lexotan, uma de Frontal e uma de Zoloft. Pronto, os vizinhos não teriam mais dúvidas. Um louco deprimido se aproximava;
- quatro canetas BIC que eu duvido que ainda funcionem;
- uma capinha de celular que eu comprei há uns quatro anos e não serviu;
- uma caneta dessas de marcar texto, aquela amarela, sabe? Seca, é claro;
- um tubo de Redoxon, vencido há várias gripes;
- um lápis sem ponta, aliás, dois;
- um papelzinho com um telefone que jamais saberemos de quem é;
- outro papelzinho com um telefone (procurei tanto... Agora não vai mais adiantar);
- um benjamim;
- um tubo (suspeitíssimo) de Hipoglós;
- mais uma cartelinha (quase vazia) de Frontal;
- um disquete de computador sem nada escrito nele. O que pode ter aqui?;
- um par de óculos escuros que nunca foram meus;
- umas cinco ou seis chaves que nunca saberei que portas abrir;
- dois tubos de KY, que quem sabe o que é pode imaginar o meu ar de sem jeito. E o cara do 43 levava jeito de saber, pela olhadinha que deu para a esposa que ficou vermelhinha. Ela devia gostar de KY;
- um livrinho mandado (e escrito) por um leitor, com o nome Ser Gay é Ser Alegre. Como explicar isso, de joelhos no chão?;
- e, para encerrar o meu derrame, um papel em branco com um beijo de batom vermelho, bem no meio. Tentei dizer que era da minha afilhada, Maria Shirts, mas não colou.
Fui recolhendo aquilo tudo, aqueles pedaços da minha vida e colocando de novo dentro da gavetinha. E me levantei. Entramos em silêncio no apartamento, certo de que ia começar uma nova vida ali. Mas logo cheguei à conclusão de que a gente nunca começa nada, a gente continua.
Ajeitei o criado-mudo ao lado da cama.
Fiquei olhando para o indiscreto móvel que eu achava mudo... Mas que, em dez segundos, contara cinco anos da minha vida.
----------
Mário Prata

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 18:53
Quinta-feira , 10 de Maio DE 2007

O raio cósmico ultravioleta

racoleta.jpgO mundo é muito doido mesmo. Dia desses recebi uma mensagem estranha.
Ela dizia que um tal evento de disparo cósmico ocorreria no dia tal e que isso se daria na forma de um raio pulsante ultravioleta de cor azul-magenta fluorescente e que seria disparado das altas dimensões do Universo e que amplificaria a força dos pensamentos e dos desejos de todas as pessoas e que...
Resumindo: a mensagem pedia pra todos, nesse dia especial, largarem o egoísmo e se concentrarem em pensamentos de amor, prosperidade, cura, riqueza, bondade e gratidão.

Ah, eu fiquei preocupado, fiquei mesmo. Com esse raio aí.
Você reparou no jeitão dele? Pulsante. Ultravioleta. Azul-magenta. Fluorescente! Gente, isso é um raio gay... Só faltou dizer que ele descerá acompanhado de uma chuva de purpurina ao som de It´s Raining Man !
Um babado cósmico fortíssimo. Quem diria...
Os etês já foram mais, digamos, testosterônicos.

Ih, será que o raio cósmico ultravioleta transformaria todo mundo em biba?
Quer dizer, transformar os que não são e amplificar ainda mais os que já são? Caramba, mas o mundo já é tão gay... E se eu não quisesse virar biba?
Sim, porque até que eu tô satisfeito no meu modelito hetero.
Nada contra os gays, magina. Sou super-hiper-total-absolutamente-cosmicamente a favor da causa gay. Primeiro porque todas as pessoas deveriam ser o que são, o mundo seria bem mais divertido. E depois tem a questão da matemática, né, fia?
Mais gay igual a menos concorrência.

Consultei uma amiga. Ela já foi abduzida por uma nave do comandante Asthar. Ela até me mostrou uma foto dele: altão, lorão, olho claro, feições delicadas, usa umas roupas vistosas....
Hummm, esse comandante, sei não. Xapralá.
Minha amiga então me explicou que o raio cósmico ultravioleta não me tornaria gay mas que eu deveria esquecer quaisquer pensamentos egoístas e me concentrar seriamente em bons pensamentos pois o raio os tornaria realidade.
Ora, ora... não diga...
Agradeci à minha amiga e voltei pra casa com uma idéia incrível.

Seguinte. Todo mundo ia se concentrar em pensamentos tipo paz e amor entre os povos, equilíbrio ambiental e coizital, né? Aí o raio cósmico ultravioleta amplificaria esses pensamentos a tal ponto que o mundo seria consertado, né? Maravilha, já era tempo. Sendo assim, já que finalmente tudo se ajeitaria, não haveria problema algum se eu puxasse um pouco a brasa pra minha sardinha, né?

Então preparei minha listinha de pensamentos pro raio cósmico ultra...
Vamos logo abreviar o diabo do nome desse raio? É muito comprido e formal.
Então preparei minha listinha de pensamentos pro Racoleta dar uma força.
E treinei a segunda pessoa do plural. Você sabe, essas entidades cósmicas adoram assim um tapetinho vermelho, uma pompa. Eu falei pompa.

Sabedor que a hora mais forte de actuação do Racoleta seria no fim da tarde, quando deu cinco horas lá estava eu na pedra do Arpoador, sentado lá em cima, o Sol se pondo pro lado da Barra, o som das ondas quebrando, o vento nos meus cabelos sedosos, meu olhar suave no horizonte...
Eu tava quase levitando. Até uma camisa azul-magenta eu comprei, acredita?
Ainda bem que ali não tinha nenhum conhecido.

Então puxei o papel do bolso, respirei fundo e me concentrei.
Ó sagrado Racoleta, vós que desceis das altas dimensões e cruzais o espaço para virdes auxiliar os pobres terráqueos, concedei-me a graça de um desejo, é só um, pois que não ambiciono grandes pretensões e, mesmo sabedor que é outra a sua nobre praia, ó fluorescente Racoleta, concedei-me por gentileza... a mulher ideal.


Mulher ideal:
linda, gostosa, dadivosa, bissexual, simples, selvagem, divertida, não-fumante (mas aceita um natural), adora botequim pé-sujo, é conectada à Natureza, não sabota a própria felicidade, não é consumista compulsiva, lhe atraem os mistérios, dança em noite de lua, vive me traindo com muitos livros, anda nua pela casa, é louca por blues, assiste comigo os gols da rodada (e comenta!), sonha em viajar por aí sem destino, chora comigo pelas dores do mundo, adormece em meu ombro, desperta de madrugada e sorri por eu estar olhando apaixonado pra ela, quando a gente tá liso ela faz um miojo maravilhoso, ama uma sacanagem, é especialista na posição ventania no bambuzal e me chama na janela pra ver a filha da vizinha de calcinha.
Pronto!

Imediatamente um trovão ecoou, apesar do céu estar claro.
Depois uma gaivota deu um rasante e, bufo!, soltou um cocô bem na minha cabeça.
Interpretei como bom sinal e dei por encerrado o ritual.
Desci da pedra e fui pra casa. No caminho quis dar a camisa azul-magenta pra um mendigo mas ele não aceitou.

Como já se passaram alguns meses e o mundo continua a mesma merda de sempre, o Oriente Médio aquela confusão, o Bush querendo destruir o planeta e meu time só perdendo, entendi que nem o coitado do Racoleta, com toda a sua boa vontade, conseguiu dar um jeito no egoísmo da espécie. Que pena!

Ou então, arrááá!!! O Racoleta tá tão concentrado no meu pedido que deixou os outros de lado por um momento pra se dedicar somente a ele.
Sim, reconheço que talvez não tenha sido um pedido fácil pra um raio azul-magenta fluorescente. Mas ele tem poder pra isso.
Ó sagrado Racoleta, obrigado, muito obrigado, nem sei como vos agradecer.
Prometo que assim que ela surgir à minha frente, eu mando vos avisar, vós certamente tendes e-mail, né? Ótimo!
Aí vós estareis liberado pra cuidar do resto do mundo.
Até porque de que adianta a mulher ideal se não houver mundo pra eu viajar com ela, né?
Graaande Racoleta.
-------------
8/04/2007
Ricardo Kelmer

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 19:28
Terça-feira , 10 de Abril DE 2007

Telefonemas!?!?

telefonetocar_mini.gifMeu nome é Afonso Soares de Melo, e resolvi contar algo que se passou comigo:
Estava sentado no meu escritório quando lembrei de uma chamada telefónica que tinha que fazer. Encontrei o número e disquei. Atendeu-me um cara mal humorado dizendo:
- Fale!!!
- Bom dia. Poderia falar com Andréa?
O cara do outro lado resmungou algo que não entendi e desligou na minha cara. Não podia acreditar  que existia alguém tão grosso. Depois disso, procurei na minha agenda o número correcto da Andréa e liguei. O problema era que eu tinha invertido os dois últimos dígitos do seu número.
Depois de falar com a Andréa, observei o número errado ainda anotado sobre a minha mesa. Decidi ligar de novo. Quando a mesma pessoa atendeu, falei:
- Você é um Filho da P…!!!
Desliguei imediatamente e anotei ao lado do número a expressão "Filho da P…" e deixei o papel sobre a minha agenda. Assim, quando estava nervoso com alguém, ou em um mau momento do dia, ligava pra ele, e quando atendia, lhe dizia "Você é um Filho da P… e desligava sem esperar resposta. Isto me fazia sentir realmente muito melhor. Ocorre que a Telepar introduziu o novo serviço "bina" de identificação de chamadas, que me deixou preocupado e triste porque teria que deixar de ligar para o "Filho da P…".
Então, tive uma ideia: disquei o seu número de telefone, ouvi a sua voz dizendo "Alô " e mudei de identidade: 
- Boa tarde, estou ligando da área de vendas da Telepar, para saber se o senhor conhece o nosso serviço de identificador de chamadas "bina".
- Não estou interessado! - disse ele, e desligou na minha cara.
O cara era mesmo mal-educado.
Rapidamente, disquei novamente:
- Alô?
- é por isso que você é um Filho da P…!!! - e desliguei.
Aqui vale até uma sugestão: se existe algo que realmente está lhe incomodando, você sempre pode fazer alguma coisa para se sentir melhor: simplesmente disque 0xx41-7643.6732 ou o número de algum outro Filho da P… que você conheça, e diga para ele o que ele realmente é.
Acontece que eu fui até o shopping, no centro da cidade, comprar umas camisas. Uma senhora estava demorando muito tempo para tirar o carro de uma vaga no estacionamento. Cheguei a pensar que nunca fosse sair.
Finalmente seu carro começou a mover-se e a sair lentamente do seu espaço. Dadas as circunstâncias, decidi retroceder meu carro um pouco para dar a senhora todo o espaço que fosse necessário...
"Grande!" pensei, "finalmente vai embora".
Imediatamente, apareceu um Vectra preto vindo do outro lado do estacionamento e entrou de frente na vaga da senhora que eu estava esperando. Comecei a tocar a buzina e a gritar:
- Ei, amigo. Não pode fazer isso! Eu estava aqui primeiro! - O fulano do Vectra simplesmente desceu do carro, fechou a porta, activou o alarme e caminhou no sentido do shopping, ignorando a minha presença, como se não estivesse ouvindo. Diante da sua atitude, pensei: "esse cara é um grande Filho da P…! Com toda certeza tem uma grande quantidade de Filhos da P… neste mundo!". Foi aí que percebi que o cara tinha um aviso de "VENDE-SE" no vidro do Vectra. Então, anotei o seu número telefónico e procurei outra vaga para estacionar.
Depois de alguns dias, estava sentado no meu escritório e acabara de desligar o telefone - após ter discado o 0xx41- 7643.6732 do meu velho amigo e dizer "Você é um Filho da P…" (agora já é muito fácil discar pois tenho o seu número na memória do telefone), quando vi o número que havia anotado do cara do Vectra preto e pensei: "Deveria ligar para esse cara também". E foi o que fiz. Depois de um par de toques alguém atendeu:
- Alô.
- Falo com o senhor que está vendendo um Vectra preto? >
- Sim, é ele.
- Poderia me dizer onde posso ver o carro?
- Sim, eu moro na Rua XV, nº 527. uma casa amarela e o Vectra está estacionado na frente.
- Qual e o seu nome?
- Meu nome e Eduardo Cerqueira Marques - diz o cara.
- Qual a hora mais apropriada para encontrar com você, Eduardo?
- Pode me encontrar em casa a noite e nos finais de semana.
- É o seguinte Eduardo, posso te dizer uma coisa?
- Sim.
- Eduardo, você é um grande Filho da P…!!! - e desliguei o telefone.
Depois de desligar, coloquei o número do telefone do Eduardo (que parecia não ter "bina", pois não fui importunado depois que falei com ele) na memória do meu telefone. Agora eu tinha um problema: eram dois "Filhos da P…" para ligar. Após algumas ligações ao par de "Filhos da P…" e desligar-lhes, a coisa não era tão divertida como antes. Este problema me parecia muito sério e pensei em uma solução: em primeiro lugar, liguei para o "Filho da P… 1". O cara, mal-educado como sempre, atendeu:
- Alô - e então falei:
- Você É um Filho da P… - mas desta vez não desliguei. O "Filho da P… 1" disse:
- Ainda está aí, desgraçado?
- Siiimmmmmmmm, amorrrrrr!!! - respondi rindo.
- Pare de me ligar, seu filho da mãe - disse ele, irritadíssimo.
- Não paro não, Filho da P… querido!!!
- Qual é o teu nome, lazarento? - berrou ele, descontrolado! Eu, com voz seria de quem também está bravo, respondi:
- Meu nome é Eduardo Cerqueira Marques, seu Filho da P... porquê???
- Onde você mora, que eu vou aí te pegar, desgraçado? - gritou ele.
- Você acha que eu tenho medo de um Filho da P…? Eu moro na Rua XV, novembro, em uma casa amarela, e o meu Vectra preto está estacionado na frente. Seu palhaço Filho da P… E agora, vai fazer o quê???? - gritei  eu.
- Eu vou ate ai agora mesmo, cara. é bom que comece a rezar, porque você já era. - rosnou ele.
- Uuiii! é mesmo? Que medo me dá, Filho da P...
Você é um bosta! e eu estou na porta da minha casa te esperando!!! - e desliguei o telefone na cara dele.
Imediatamente liguei para o "Filho da P… 2".
- Alô - diz ele.
- Olhe, grande Filho da P…!!! - falei.
- Cara, se eu te encontrar vou...
- Vai o quê? O que você vai fazer??? Seu Filho da P…!
- Vou chutar a sua boca até não ficar nenhum dente, cara!!!
- Acha que eu tenho medo de você, Filho da puta?
Vou te dar uma grande oportunidade de tentar chutar minha boca, pois estou indo para tua casa, seu Filho da P…!!! E depois de arrebentar sua cara, vou quebrar todos os vidros desta porcaria de Vectra que você tem. E reze pra eu não botar fogo nessa casa amarelinha de bicha. Se for homem, me espera na porta em 5 minutos, seu Filho da P…!!! - e bati o telefone no gancho.
Logo, fiz outra ligação, desta vez para a polícia.
Usando uma voz afectada e chorosa, falei que estava na Rua XV, nº 527, e que ia matar o meu namorado homossexual assim que ele chegasse em casa.
Finalmente peguei o telefone e liguei o programa da CNT "Cadeia" do Alborguetti, para reportar que ia começar uma briga de um marido que ia voltando mais cedo para casa para pegar o amante da mulher que morava na Rua XV, nº 527.    
Depois de fazer isto, peguei o meu carro e fui para Rua XV, nº 527, para ver o espectáculo.
Foi demais, observar um par de "Filhos da P…" chutando-se na frente de duas equipes de reportagem, até a chegada de 3 viaturas e um helicóptero da polícia, levando os dois algemados e arrebentados para a delegacia.
Moral da história? - Não tem moral nenhuma! Foi de sacanagem mesmo...vê se atende o telefone educadamente, pois posso ser eu ligando para você por engano...
Que Filha da P…, hein!!!

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima): ,
LauraBM às 20:26
Sábado , 10 de Março DE 2007

Um viva aos Homens!

homem_musculos.gifUm viva aos homens, por existirem.

Um viva aos homens, por nos darem motivos para sermos mulheres,

Um viva aos homens, que fazem a diferença ser tão especial!

Um viva aos homens, que são obrigados a sufocar o choro para não parecerem menos homens, que são levados a trabalhar como escravos porque alguém falou que é deles a obrigação de sustentar as mulheres.

Um viva aos homens, os primeiros a morrerem nas guerras, os que pegam no pesado
porque alguém disse que mulheres são muito delicadas para tarefas mais árduas.

Um viva aos homens, que dispensam maquilhagem e não precisam lambuzar-se de batom ou esmalte de unha vermelho.

Um viva aos homens, que não precisam amargar horas no salão de beleza nem gastar rios de dinheiro em boutiques e "grifes" só para parecerem mais "fashion."

Um viva aos homens, cujas armas de sedução vão além da simples aparência e dispensam cremes anti-celulite.

Um viva aos homens, que conseguem ser amigos uns dos outros sem disputas, sem fofocas e sem intrigas.

Um viva aos homens, que nos fazem admirar o belo e o forte e que nos permitem parecermos mais belas.

Um viva aos homens, porque sem eles não teria graça nenhuma ser mulher.

Um viva aos homens, porque todos os dias são deles.

Um viva aos homens, porque são  homens. Tem seu cheiro especial, toque fenomenal, braços fortes.

Um viva aos homens, porque quando amam… amam mesmo.
São sempre  lindos… e... mesmo grisalhos... conservam seu charme!
--------------------------------
artigo recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 20:37
Sábado , 10 de Fevereiro DE 2007

Advogados

homem_escritorio.jpgHistória real que ganhou o primeiro lugar no Criminal Lawyers Award Contest:

Um advogado de Charlotte, NC, comprou uma caixa de charutos muito raros e caros. Tão raros e caros que os colocou no seguro, contra fogo, entre outras coisas. Depois de um mês, tendo fumado todos eles e ainda sem ter terminado de pagar o seguro, o advogado entrou com um registro de sinistro na companhia de seguros.
Nesse registro,  alegou que os charutos "haviam sido perdidos numa série de pequenos incêndios".
A companhia de seguros recusou-se a pagar, citando o motivo óbvio: que o homem havia consumido seus charutos da maneira usual.
O advogado processou a companhia... E GANHOU.
Ao proferir a sentença, o juiz concordou com a companhia de seguros que a acção era frívola. Apesar disso, o juiz alegou que o advogado "tinha posse de uma apólice da companhia na qual ela garantia que os charutos eram seguráveis e, também, que eles estavam segurados contra fogo, sem definir que tipo de fogo seria e que, portanto, ela estava obrigada a pagar o seguro.

Em vez de entrar no longo e custoso processo de apelação, a companhia aceitou a sentença e pagou $15,000 dólares ao advogado, pela perda de seus charutos raros nos incêndios.

AGORA A MELHOR PARTE:

Depois que o advogado embolsou o cheque, a companhia de seguros o denunciou, e fez com que ele fosse preso, por 24 incêndios criminosos!!!
Usando o próprio registro de sinistro e o testemunho dele, a companhia de seguros fez com que o advogado fosse condenado por incendiar intencionalmente propriedade segurada e fosse sentenciado a 24 meses de prisão, além de uma multa de US$24.000,00.

Moral da história:
Do outro lado também tinha um advogado.
Só que melhor e mais esperto!
-------------------------------
artigo enviado via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 20:49
Quarta-feira , 10 de Janeiro DE 2007

Álbum de Fotografias

albunsfotos.gifHoje pela manhã, virando as páginas de um velho álbum de família, a saudade invadiu minhas pupilas, e as lembranças dançaram uma ciranda no meu peito, com direito a sol do fim de Maio,
tarde de sábado, a paz dos sorrisos nascidos da ternura, cabelos recém lavados, roupas confortáveis, ruas vazias, um passeio de bondinho, as promessas de um velho armazém
abarrotado de delícias, onde os adultos sempre ficavam desfiando conversas, enquanto as crianças brincavam saltitantes, chupando balas...

A visão das bandeirinhas tremulando sob o fundo anil do céu, anunciando as festas de São João e a quermesse da escola, os amigos que sentavam perto da janela, vendo o alvoroço que surgia nos primeiros sinais do fim da tarde, quando o cheiro de café e o inconfundível perfume do bolo de fubá subiam pelas ruas um pouco mais movimentadas...

Um tempo de abraços mais fáceis e de mãos entrelaçadas, dias para o prazer de sair em família,
gente da gente, cúmplices de alegrias e rotinas cheias de carinho...

Hoje, olhando as velhas gravuras e fotos de um álbum de família, eu desejei reviver ao menos um segundo aqueles tempos, para me enroscar nos braços do meu pai, beijar o rosto meigo de minha mãe, brincar com meus irmãos, pular amarelinha, comer pipoca e algodão doce no carrossel da pracinha, ver a lua nascer no caminho de volta, enquanto eu, tonta de sono e de alegria, pendurava meus sonhos no colo de alguém que sempre foi o bem da minha vida.
É...
Um dia tudo muda, e a gente nem percebe o muito que perdeu...
Mas hoje, revendo esses momentos, confesso que doeu.
--------------------------------------------
7/08/2004
artigo recebido por repasse, via Internet  (s/autoria)

ANOTAÇÃO:
Mas homem que é homem não chora, não é?
Ou pode chorar se precisar? E sem ninguém ver? Bem escondidinho?
Acho que pode, sim senhor! Saco lacrimal é unisexo! E desgosto também!
--------------
Laura B. Martins

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 21:10
Quarta-feira , 20 de Dezembro DE 2006

O seu (nosso) Natal

actorG.ClooneyNatal.jpgGeorge Clooney ...

 

É só uma imagenzinha de Natal...

 

Mas como nos deixa felizes!...

 

Não é minhas amigas?

 

Ele é mesmo um doce!!!!!!!!!!!!!!

 

Boas Festas!

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:18
Domingo , 10 de Dezembro DE 2006

Frases de Steven Wright

homem_mao.gifSe você não conhece Steven Wright, ele é o famoso cientista que disse:
"Acordei uma manhã e todas as minhas coisas tinham sido roubadas... e substituídas por réplicas exactas."
A mente dele vê coisas de modo diferente de como nós vemos; ele é espantoso  e divertido.

Eis algumas de suas pérolas:

01 - "Eu mataria para ganhar um Prémio Nobel da Paz."
02 - "Peça dinheiro emprestado a pessimistas - eles não esperam devolução."
03 - "Metade das pessoas que você conhece está abaixo da média."
04 - "99% dos advogados dão aos restantes má reputação."
05 - "42,7% de todas as estatísticas são feitas na hora."
06 - "A consciência é o que machuca quando todas as suas outras partes sentem-se tão bem."
07 - "Uma consciência limpa é usualmente sinal de má memória."
08 - "Se você quer um arco-íris, tem que suportar a chuva."
10 - "O pássaro madrugador pode conseguir a minhoca, mas é o segundo rato que pega o queijo."
11 - "Eu quase tive uma namorada sensitiva mas ela me deixou antes que nos encontrássemos."
12 - "OK ! Mas qual é a velocidade do escuro ?"
13 - "Se tudo parece estar indo bem, obviamente você passou por cima de algo."
14 - "Depressão é meramente raiva sem entusiasmo."
15 - "Quando tudo está vindo no seu encontro, você está na pista errada."
16 - "Ambição é uma pobre desculpa por não ter suficiente senso de preguiça.
17 - "Trabalho compensa no futuro, ociosidade compensa agora."
18 - "Pretendo viver para sempre - até agora tudo bem."
19 - "Se a Barbie é tão popular, por que você tem que comprar seus amigos?"
20 - "O que acontece se você fica meio morto de medo duas vezes ?"
21 - "Meu mecânico me disse: "Não consegui consertar seus freios, assim fiz a sua buzina soar mais alto."
22 - "Se a princípio você não conseguir, destrua todas as evidências de que você tentou."
23 - "Uma conclusão é quando você se cansou de pensar."
24 - "Experiência é algo que você não tem até logo depois de precisar dela."
25 - "A dureza da manteiga é proporcional à maciez do pão."
26 - "Roubar ideias de uma pessoa é plágio; roubar de muitas é pesquisa."
27 - "Quanto mais cedo você fica para trás, mais tempo você tem para alcançar."
28 - "Todos têm memória fotográfica, alguns só não têm filme."
29 - "Todos aqueles que acreditam em psicocinese levantem minha mão!"
30 - "Posso levitar pássaros, mas ninguém liga pra isso."
31 - "24 horas num dia, 24 cervejas numa caixa. Coincidência?"
32 - "Estive pensando em como minha vida seria diferente se eu tivesse nascido um dia antes. Concluí que pouca coisa mudaria, a não ser o facto de que eu teria feito essa mesma pergunta ontem."
33 - "Exactamente agora estou tendo amnésia e déjà vu ao mesmo tempo. Tenho a impressão de que já esqueci deste momento alguma vez."
34 - "Finalmente sei qual será o meu epitáfio: 'você é o próximo'."
35 - "Cérebro é um órgão fantástico. Começa a funcionar assim que você acorda e não pára até que você comece a trabalhar."

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:56
Domingo , 12 de Novembro DE 2006

Depois da elegância

homem_orelhudo.jpgO que os HOMENS nunca deveriam usar - ou ter usado:

 

No outro dia brinquei com o meu ponto de vista, sobre o que as mulheres não deveriam usar - pois era sofrível.

Já tinha isto em mente e aí vai a minha lista sobre os equívocos masculinos.

Acho abominável que um homem envergonhe (no sentido estético) a classe masculina usando:

 

1) O trio mais famoso do que o do McDonalds: pochete, bermuda jeans e sandália papete. Se vier acompanhado do celular (na capinha) na cintura, então... É caso para fingir que não conhece.
2) Blazer com gola rolê por dentro. É o figurino preferido de 10 em cada 10 novos cabeleireiros recém bem sucedidos na cidade. Esse tipo acha esse conjunto o uniforme da "elegância". Geralmente abrem salão na cidade com os nomes de Roberto's Coiffeur, Cabral's, Antonio's e por aí vai.
3) Sapato social de "franjinha" (aquele detalhe de penduricalho em cima). Se for curto a ponto de aparecer a meia branca por baixo, a coisa beira a piedade. Esse tipo fica óptimo num dublador de Michael Jackson cantando"Billie Jean" no Largo da Carioca.
4) Calça de cintura alta, a chamada "Saintropeito". Cuidado com os testículos! Eles não têm culpa se você se veste mal. Gerentes de churrascaria rodízio costumam adoptar esse visual acompanhado de uma vistosa camisa vermelha de seda javanesa.
5) Perfume KOUROS (Yves Saint Laurent). Num acampamento pode ser usado como repelente (pena que até dos seus companheiros de viagem). Um cara que usa esse perfume se torna inesquecível. O trauma nas pessoas ao redor é irreversível.
6) Essa vai doer em muito "Maurício" mas é a minha opinião: Casaquinho de lã jogado nas costas e amarrado na frente . Esse visual geralmente vem acompanhado de um cabelo arrumado pela mamãe a "La Roberto Justus". Tem solução, mas tem quem ser mudado ainda na infância ou no máximo adolescência. Depois fica difícil.
7) Unha suja (e sem cortar). Se você não for o mecânico Pascoal da novela "Belíssima", pode ter certeza que brochará sua namorada ou pretendente. Caso seja bonito como o Gianechinni, ela será somente um pouco mais tolerante. Entretanto, irá pedir para limpa-las assim que acabar a noite de fetiche com um desleixado.
8) Base incolor na unha. Triste amigo. Só limpar e cortar já é suficiente. Cuidado se tem esse hábito, pois daqui a pouco estará  pedindo "francesinha" no salão.
9) Fazer sobrancelha. Se for tirar um fio maior, ok. Agora, se for limpar e afinar nas extremidades, é melhor tomar cuidado. Daí para usar rímel e delineador é um pulo. Não estranhe se vier uma vontade incontrolável de chamar um amigo de infância para assistir "Brokeback Mountain" comendo pipoca light.
10) Cueca furadinha tipo antiga Adams de cor (vermelha, amarela, marrom, etc...). Amigo, por favor, treine tirar a calça puxando a cueca junto.  Nenhuma mulher no mundo aguenta esse choque visual. Se ela vir a sua cueca é provável que você fique na mão (com trocadilho).
-----------
10/11/2007
coluna social

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima): ,
LauraBM às 22:26
Terça-feira , 10 de Outubro DE 2006

Piadas – 1 - Homens

homem-gargalhar.gifTEM QUEM NÃO GOSTE...
Dois estudantes de conduta duvidosa iam caminhando pelo campus quando um deles disse:
Onde é que conseguiste essa magnífica bicicleta ?
O segundo respondeu:
- Bem, eu andava por aí ontem, a pensar nos meus trabalhos, quando apareceu uma formosa mulher com esta bicicleta.
Ela atirou a bicicleta ao solo, tirou toda a roupa e disse:
- "Pega no que quiseres".
O primeiro engenheiro acenou afirmativamente:
- Boa escolha! A roupa provavelmente não te teria servido!

FRANCAMENTE!
Que me despreze, me maltrate, me agrida, tudo bem.
Mas não falar de mim nem prò analista, é demais."

MANDINGAS
Um sujeito procura um pai-de-santo para ver se consegue desfazer uma praga que lhe foi rogada há 30 anos.
O pai de santo diz:
- Pode ser, mas eu preciso saber quais as palavras exactas que foram usadas na praga.
O sujeito responde, sem hesitar:
- Eu vos declaro marido e mulher !!!

O VELHO E O PUNK
O velho senta-se num banco no ónibus de frente para um punk de cabelo comprido com mechas verdes, azuis, amarelas e vermelhas.
O velho fica olhando para o punk e o punk olhando para o velho O punk vai ficando meio invocado e pergunta ao velho:
- O que foi, vovô, nunca fez nada diferente quando jovem?
O velho responde:
- Sim, uma ocasião, muito bêbedo, transei com um papagaio; acho que você deve ser meu filho!

O ESTUDIOSO E O LADRÃO
Um grande estudioso e acérrimo defensor do uso e abuso da língua portuguesa, durante a noite,  ouviu um barulho esquisito, vindo do quintal.
Chegando lá, constatou que havia um ladrão tentando levar os seus patos de criação.
Aproximou-se vagarosamente do indivíduo, surpreendendo-o tentando pular o muro com seus amados patos.
Batendo nas costas do tal invasor, disse-lhe:
"Ó bucéfalo, não é pelo valor intrínseco dos bípedes palmíferes e sim pelo ato vil e sorrateiro de galgares as profanas de minha residência.
Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares de minha alta prosopopéia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com minha bengala fosfórica no alto de tua sinagoga e reduzir-te-ei à quinquagésima potência que o vulgo denomina - nada."
E o ladrão, confuso:
Ó moço, eu levo ou deixo os patos?

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:35
Terça-feira , 05 de Setembro DE 2006

Ah!!! Se eu pudesse!...

homem_tocarviolino.gif

(Poema para o homem quando envelhece)

Tudo escurece
Nada amanhece
A barriga cresce
A junta endurece
A vista enfraquece
O cabelo embranquece
A mulher oferece
Ele agradece
E diz....
Ah! se eu pudesse....
----------------------------
artigo recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:44
Sábado , 05 de Agosto DE 2006

Poema-HOMENS modernos

mundo-homem.gifMinhas amigas, tantas histórias me contam!...
São histórias tristes, que a outros tempos remontam;
mais umas quantas, lidas em qualquer jornal,
dizem como era ‘o amor em Portugal’.

Falam ser triste, a situação da mulher
e que é igual, em outro país qualquer.
A educação, dada aos homens em miúdos:
incentivados, transformados em graúdos.

Quando crianças, mostravam-lhes dois trabalhos;
mãe discordante, logo em casa havia ralhos.
Assim julgou sempre, o homem do amanhã,
haver trabalhos para ele e prà irmã.

P’la vida fora, jamais querem aprender
que há só ‘trabalho’, não é d’homem ou mulher.
A lida é dura, sempre igual gerir o lar
onde, as mulheres, os homens querem escravizar.

Que felicidade, hoje é poder ganhar dinheiro
e ombrear com o homem, como parceiro.
Os homens que hoje, em casa querem ajudar,
sabem ser HOMENS, da sua MULHER gostar.
------------------------
8/10/2001
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 17:31
Segunda-feira , 10 de Julho DE 2006

O Vendedor de Pérolas

estante_mini.gifO Jorge, há quase dez anos, todos os dias, pega o trem em Anchieta, na baixada fluminense e, depois de uma longa viagem, espalha  livros e revistas entre uma árvore e uma caixa colectora de lixo, na porta da Igreja da Santíssima Trindade, aqui no Flamengo. São doações dos moradores que, através da livraria improvisada, reciclam suas bibliotecas. Chegou por aqui, à primeira vez, vendendo balas, ganhou uns livros do pessoal da reciclagem da Igreja e foi ficando.  Educado, sensível, sempre preocupado com a família, sonhando com um futuro melhor para os filhos.
Sabe essas pessoas que batem no coração da gente e ficam? Assim foi com o Jorge e sua família.   Sempre dou uma paradinha no caminho do trabalho para trocar dois dedos de prosa com ele. Às vezes, ele está tão em crise que fico um tempo conversando, tentando reanimá-lo.  Ora é o rapa que leva os livros, ora é a escassez de doações, ora é a doença da mulher que não sabe se vai ter cura (ela fez uma cirurgia muito delicada e não ficou sarada.).  Às vezes, fica triste por razões dos outros e me conta histórias de pessoas que apanharam no trem, de situações piores que a dele. as, também falamos de coisas alegres, mais positivas. Ideias de como transformar nossos desejos de ajudar os outros em práticas.  Outro dia, contou que está conversando com amigos da vizinhança onde mora para organizar uma espécie de escolinha de futebol no bairro, que é  treinador de um time de futebol infantil e que leva as crianças para jogar com outros times.
A venda dos livros dá algum dinheiro, mas, além das passagens de casa até a “livraria”, ele paga mais de R$ 250,00 de aluguer.
Outro dia, fomos até a casa dele, em Anchieta.   Uma casa triste pelas carências,  mas, que guarda uma sensação de carinho e amor, pela convivência da família.   Sempre ajudo com alguma coisa:  material escolar (são duas crianças, uma de seis, outro de 12), roupa, alguma comida, brinquedos, remédios e, principalmente, afeito e estímulo pra que eles não desanimem e construam alguma coisa mais sólida prós filhos.    
Bem,  essa história é comum a milhões de pessoas por ai. Diferentes histórias, mas com as mesmas raízes.  No entanto, essa me tocou mais de perto: pela persistência, pela sensibilidade,  pela utilidade dos produtos que vende, mesmo sem consciência disso.  Ele vende ostras sem saber o que é uma pérola. Livros que custariam muito mais, em um antiquário da cidade, ele vende a preço de banana de final de feira.                  
Essa história, tão real, tão próxima, me provocava um desejo de fazer alguma coisa, de ajudar de alguma forma.
Foi aí que nasceu a ideia de ajudar a família do Jorge a ter uma casa, revendendo os livros que ele me vende ou os que recebo em doações e destinando o produto da venda para este fim.
Lembrei de quando eu era criança e meu pai reformava a casa onde morávamos. Quando chegavam tijolos, a nossa família e outras crianças da vizinhança nos organizávamos em fila indiana e um passava cada tijolo para o outro até colocá-los no quintal.  Imaginei, agora, que invés de tijolos são livros que alguém doa ao Jorge, que eu compro dele, ou que recebo em doação, passo para algum amigo, que me passa um dinheiro, que vira tijolo e constrói uma casa. 
Livros que se transformam em casa... fiquei tão empolgado com a ideia que ando pensando em continuar transformando livros em outros gestos de solidariedade.   Posso imaginar um projecto e concretizá-lo sem pedir dinheiro aos amigos. Apenas doando parte do meu tempo e lhes vendendo alguma coisa que gostem. 
Depois que a ideia começou a virar realidade, larguei todos os projectos e preocupações com decoração do apartamento. Virou uma "livraria".
Cataloguei os livros.  Coloquei um preço mais barato que em qualquer sebo. Mas, faltava o passo seguinte: falar com os amigos.
Resolvi, então, escrever esse texto, primeira flor atirada no lago da solidariedade.  Da receptividade que receber, com as sugestões ou mesmo desaprovações que vieram, vou aperfeiçoando o projecto. A minha ideia é disponibilizar as listas que fiz no Excel, por e-mail.  Quem se interessar, manda uma mensagem e a gente combina a entrega.   
Um primeiro fruto é certo: propor ideias construtivas aproxima os amigos,  fortalece laços.  E são esses laços que trazem mais prazer e alegria à vida.  E são ideias de solidariedade que nos animam a ter esperança em nosso potencial de construir uma vida melhor.
Um abraço,
Aldo Cordeiro.
Rio, 2006.

NOTA: E assim se foi concretizando um sonho que começou com uma simples ideia.

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 22:58
Sábado , 10 de Junho DE 2006

As dominadoras

mulheres_lambreta.gifConversa entre pai e filho, por volta do ano de 2031, sobre como as mulheres dominaram o mundo.

- Foi assim que tudo aconteceu, meu filho...
Elas planearam o negócio discretamente, para que não notássemos. Primeiro elas pediram igualdade entre os sexos. Os homens, bobos, nem deram muita bola para isso na ocasião. Parecia brincadeira. Pouco a pouco, elas conquistaram cargos estratégicos: Directoras de Orçamento, Empresárias, Chefes de Gabinete, Gerentes disso ou daquilo.
- E aí, papai?
- Ah, os homens foram muito ingénuos. Enquanto elas conversavam ao telefone
durante horas a fio, eles pensavam que o assunto fosse telenovela... Triste engano.
De fato, era a rebelião se expandindo nos inocentes intervalos comerciais.
"Oi querida!", por exemplo, era a senha que identificava as líderes. "Celulite", eram as células que
formavam a organização. Quando queriam se referir aos maridos, diziam "O regime".
- E vocês? Não perceberam nada?
- Ficávamos jogando futebol no clube, despreocupados. E o que é pior: continuávamos a ajudá-las quando pediam. Carregar malas no aeroporto, consertar torneiras, abrir potes de azeitona, ceder a vez nos naufrágios. Essas coisas de homem.
- Aí, veio o golpe mundial ?!?
- Sim o golpe.  O estopim foi o episódio Hillary-Mônica. Uma farsa. Tudo armado para desmoralizar o homem mais poderoso do mundo. Pegaram-no pelo ponto fraco, coitado.  Já lhe contei, né?
A esposa e a amante, que na TV posavam de rivais eram, no fundo, cúmplices de uma trama diabólica. Pobre Presidente...
- Como era mesmo o nome dele?
- William, acho. Tinha um apelido, mas esqueci... Desculpe, filho, já faz tanto tempo...
- Tudo bem, papai. Não tem importância. Continue...
- Naquela manhã a Casa Branca apareceu pintada de cor-de-rosa. Era o sinal que as mulheres do mundo inteiro aguardavam. A rebelião tinha sido vitoriosa! Então elas assumiram o poder em
todo o planeta.
Aquela torre do relógio em Londres chamava-se Big-Ben, e não Big-Betty, como agora...
Só os homens disputavam a Copa do Mundo, sabia?
Dia de desfile de moda não era feriado.
Essa Secretária Geral da ONU era uma simples cantora. Depois trocou o nome, de Madonna para Mandona...
- Pai, conta mais...
- Bem filho... O resto você já sabe. Instituíram o Robô "Troca-Pneu" como equipamento obrigatório
de todos os carros...
A Lei do Já-Prá-Casa, proibindo os homens de tomar cerveja depois do trabalho...
E, é claro, a famigerada semana da TPM, uma vez por mês...
- TPM ???
- Sim, TPM... A Temporada Provável de Mísseis...
É quando elas ficam irritadíssimas e o mundo corre perigo de confronto nuclear...
- Sinto um frio na barriga só de pensar, pai...
- Sssshhh!  Escutei barulho de carro chegando.
Disfarça e continua picando essas batatas...
---------------------
14/12/2003
Luiz Fernando Veríssimo

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 23:00
Terça-feira , 02 de Maio DE 2006

Celulite!

mulhergorda_vrd.gifEu quero é celulite!
Na coluna retrasada, eu defendi o uso de silicone pelas mulheres.
Agora, vou levantar outra bandeira.
A da celulite!
Chega de mulher magrela, saradona, hidratada e dietética!
Queremos as coxudas, bundudas, com barriguinha, peitão é, é claro, com celulite.
Mulher que é mulher tem que ter celulite, galera!
Chega dessa "neura" de corpo perfeito, tudo no lugar.
Baita exagero.
Queremos mulheres felizes com o próprio corpo, não buscando uma perfeição inexistente.
Gordurinha em mulher é fundamental.
Que me perdoem as esqueléticas.
É lógico que cuidados com a alimentação, com exercício físico, todos devem ter.
Mas eu sou muito mais Scheila Mello de que Cindy Crawford.
Sou muito mais Nana Gouveia que Julia Roberts. A melhor parte de uma mulher são as curvas.
Me recuso a gostar de uma mulher com ângulo de 90º, tipo régua T.
E uma outra grande vantagem das "cheiinhas":
Elas geralmente são mais alegres, descontraídas, bem resolvidas na cama.
Nunca vão reclamar do chopp que você toma.
Muito pelo contrário, elas irão beber com você.
Nunca recusam aquele churrasquinho de domingo, adoram uma "carninha".
Não ficam te lembrando daquele remédio (geralmente um anti-depressivo) que elas tomam para emagrecer e que acabam com o rock (ela não pode beber, não pode fumar, não pode comer, não quer dançar, não quer sair porque amanha acorda cedo para ir à academia ou no endocrinologista... credo!)
E, podem acreditar, a última pessoa que vai reclamar se uma mulher tem celulite é o homem.
A gente reclama é da mulher chata, que não gosta disso, daquilo e "daquilo".
Bota um shortinho jeans na Sheila Mello e um na Julia Roberts.
Me diga:
Por quem você vai suspirar quando as duas deram uma reboladinha?
Vai à praia da Enseada, em Guarapari, e procura as meninas que fazem propaganda de bebida, de bronzeador, de roupa...
Veja se tem alguma esquelética?
Portanto, vamos botar a celulite para fora, mulherada!
Deixem as "tábuas de passar roupa" e as "vassouras" nas academias, perdendo tempo...
--------------------------
28/08/2002
Renato Costa Neto
S.A. A Gazeta - Gazeta On Line

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:43
Domingo , 02 de Abril DE 2006

Um gordo no motel

homemgordo-gelado.jpg"É amigos as coisas mudam....quando me casei pela primeira vez a uns bons 25 anos atrás, minha primeira mulher me achava um tesão, descasei depois de 21 anos e me juntei com outra mulher e essa já me achava um pesão...!  

Daí estive reflectindo e há certas coisas que me incomodam .......

Algumas ocasiões são realmente muito desagradáveis na vida de um gordo. Ir a um motel, com toda certeza, é uma delas. Tudo em um motel parece que foi projectado minuciosamente para sacanear com a cara dos obesos. Reparem só. Na grande maioria desses estabelecimentos é preciso subir uma escadaria para chegar ao quarto. Isso não se faz. Ou o gordo trepa ou sobe escada. As duas coisas no mesmo dia são  impraticáveis. O gordo chega tão esgotado no quarto que parece até que já deu duas no caminho.
A parceira, então, propõe uma hidromassagem para relaxar. O que, na verdade, quer dizer: “Por que você não vai tomar banho, seu gordo sebento?”.
Já na banheira, o gordo percebe que nem a água quer ficar com ele. Metade cai fora, preferindo manter uma relação mais íntima com o chão do banheiro. Dá um friozinho na barriga.
Até porque parte da barriga, como um iceberg, fica pra fora da espuma. Mas é na saída do banho que a situação fica ainda mais ridícula. Chega o fatídico momento de colocar o roupão. É triste. Com algum esforço, o cinto até fecha, mas o roupão não. Fica aquele decote tipo Luma, que dá pra ver até o umbigo. Só que no lugar da Luma está o Silvio Lach, saca?
É constrangedor!
Quando o gordo finalmente chega no quarto, a situação consegue ficar ainda pior. Se um elefante incomoda muita gente, dez elefantes de roupão reflectidos nos espelhos incomodam muito mais.
'Para quê tanto espelho? Se o próprio gordo já fica mal, imagina a parceira cercada pela manada? Se eu fosse ela, não dava mais de comer aos animais.
Mas de todos os espelhos o mais cruel, sem dúvida, é o do teto. A vista é estarrecedora. Pior que morar em Brotas de cara para o Saldanha. Dá até para entender por que a maioria das mulheres transa com os olhos fechados. Acho que a única utilidade de tantos espelhos e prá gente conseguir ver o pinto que a barriga não deixa a gente ver há muitos anos. Já faço até xixi no piloto automático.
Eu, como sou um gordo experiente, uso uma táctica infalível: ligo o ar-condicionado no máximo para forçar o uso do lençol. Afinal, o que os olhos não vêem… "
-------------------
13/06/2005
autor desconhecido
(deve ser bem gordo!)

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:24
Quinta-feira , 02 de Março DE 2006

Eu acredito no Rex

Garboso, charmoso, bonito, Rex estava em todas.
Um figura e tanto. Figurinha fácil?  Nem tanto.
Festas, encontros de todos os lados e lá ia ele dando o ar da sua graça, com aquele jeito de querer não querendo.
Corrente grossa no pescoço, ouro 18, mesmo depois de psiquiatras garantirem que o uso destes acessórios masculinos indiquem  personalidade duvidosa.
Não as correntinhas fininhas que são da era  anti-terapeutas.
Mas pelo que se lê, terapeutas não demonstram aceitação para relacionamentos generalizados, com machos que usem apetrechos pendurados seja onde for. Pulseiras e afins.
Mas Rex era independente...
Independente de psiquiatras, psicólogos, de  lar, de família, de instituições tradicionais e o cacete.
Ele era charmoso, gostoso e cativante...  mesmo sendo de personalidade duvidosa.
Aliás, este era um atributo e não um defeito.
E entre muitas festas e danças -  de boleros a rock  pauleira - num desdobrar-se em passos curtos e apertados para não magoar ninguém... alguns tropeços meio enroscados e papos  atravessados... ossos bem roídos e algumas carnes mal passadas, Rex foi se cansando.
Enganou, judiou,  amou, sofreu, enganou, pediu e ajudou... degustou, enganou,  amou, retrocedeu... amou, brigou, enganou, perdoou, amou e... se  esgotou.
Ossos  à parte, jogados em cantos esquecido, hoje ainda é visto aqui  e ali, entre uma ração e  outra  nos pet shops da vida.
Será que mudou de dieta?
A corrente  ainda é grossa e luminosa.
Acrescentou agora um brinco de diamante.
E anda pensando em colocar argola  de ouro no dedo médio  da mão esquerda.
Enquanto isso  levanto uma forte dúvida sobre as teorias desses psiquiatras  que vivem inventando moda.
Os tempos são outros, a moda idem! Tudo muda.
Terapeutas  que se danem.
Rex.jpg
Eu acredito no Rex!!!
----------
15/09/2005
lu.f

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 16:04
Terça-feira , 07 de Fevereiro DE 2006

Diário de um homem!!

Segunda-feira
cao-dono.jpgSozinho em casa. Minha mulher vai passar a semana fora. Óptimo. Acho que teremos uma semana inesquecível - o cachorro e eu. Tracei um plano e programei meu tempo. Sei exactamente quando acordar, quanto tempo ficar no banheiro e quanto tempo levar preparando o café. Também somei o número de horas de que preciso para lavar, arrumar, levar o cachorro para passear, fazer compras e cozinhar. Estou agradavelmente surpreso em ver que ainda me sobra muito tempo livre.
Não sei porque as mulheres fazem o serviço de casa parecer tão complicado, quando toma tão pouco tempo. É só se organizar. O cachorro e eu jantamos um bife cada um. Coloquei sobre a mesa a toalha de festa, uma vela, além de rosas - para criar atmosfera agradável. Ele come patê de entrada, depois outra vez no prato principal, com fina guarnição de legumes, biscoitos de sobremesa. Bebo vinho e fumo charuto. Há muito não me sentia tão bem. 
Terça-feira
Preciso dar outra olhada na programação. Parece que requer pequenas mudanças. Expliquei para o cachorro que nem todo dia é feriado. No café da manhã, notei que o suco de laranjas caseiro tem uma desvantagem. O espremedor tem de ser limpo a cada vez. Uma possibilidade: fazer o suficiente para dois dias. Aí posso lavar com metade da frequência. Descoberta: você pode aquecer salsichas na sopa e assim ter menos uma panela para lavar. Certamente não pretendo aspirar a casa todos os dias, como minha mulher queria. Dia sim dia não é mais que suficiente. O segredo é andar de chinelos e limpar as patas do cachorro. Pronto. Sinto-me óptimo. 
Quarta-feira
Tenho a sensação de que o serviço de casa toma mais tempo que eu imaginava. Devo repensar minha estratégia. Primeiro passo: comprei comida pronta. Não preciso gastar tanto tempo cozinhando. Não se deve levar mais tempo cozinhando que comendo. Fazer a cama é um problema: sair debaixo das cobertas, depois arejar o lugar e não fazer a cama. É tudo tão complexo! Não acho necessário arrumá-la todos os dias, especialmente sabendo que voltarei a dormir naquela mesma noite. Parece tarefa sem importância. Não estou preparando refeições complicadas para o cachorro. Comprei comida pronta para cães. Ele fez uma cara! Mas o que fazer? Se posso comer refeições semi-prontas, ele também pode. 
Quinta-feira
Chega de suco de laranja! Como pode uma fruta de aspecto tão inocente causar tanta confusão? É inacreditável. Comprarei suco de laranja em garrafa, pronto para beber. Descoberta: consegui sair da cama quase sem desarrumar as cobertas. Tudo que tive de fazer foi alisar um pouco o cobertor. Claro, é preciso prática e não se pode rolar muito durante o sono.
Minhas costas doem um pouco, mas nada que um banho quente não resolva. Parei de me barbear todos os dias. É realmente perda de tempo. Ganho preciosos minutos que minha mulher nunca perde pois não faz barba. Descoberta: não há necessidade de comer num prato novo a cada vez. Lavar a louça com tanta frequência começa a me irritar. O cachorro também pode comer numa única tigela. Afinal, é só um cão. Nota: cheguei a conclusão que se pode aspirar somente uma vez por semana. Salsichas no almoço e no jantar.
Sexta-feira
Basta de suco de frutas! As garrafas são pesadas demais. Descobri o seguinte: salsichas são óptimas pela manhã. No almoço, nem tanto. Se um homem come salsichas por mais de dois dias pode ter náuseas. Dei ração ao cachorro. É nutritiva e não suja a tigela. Descobri que a sopa pode ser ingerida directamente da lata. Tem o mesmo gosto. Sem vasilha, sem concha! Não me sinto mais um lava-loiças automático. Parei de esfregar o chão da cozinha. Aquilo me irritava tanto quanto fazer a cama.

Nota: esqueça as latas, pois sujam o abridor.
Sábado
Por que tirar a roupa á noite se vou vesti-la logo pela manhã? Prefiro passar o mesmo tempo deitado, descansando.

Também não há necessidade de usar cobertas, assim a cama já fica feita. O cachorro sujou o chão. Dei-lhe uma bronca. Não sou seu criado! Estranho... Minha mulher me diz isso de vez em quando.

Hoje é dia de fazer a barba, mas não sinto vontade. A paciência está no limite.

O café da manhã será algo que eu não precise desembrulhar, abrir, espalhar, cozinhar ou mexer. Tudo isso me irrita. Plano: almoçar directamente na sacola, em cima do fogão. Sem pratos, talheres, toalhas ou qualquer outro absurdo. As gengivas estão meio inflamadas. Talvez seja pela falta de frutas, tão pesadas para carregar. Minha mulher ligou a tarde e perguntou se lavei as janelas e as roupas.
Caí numa risada histérica. Disse que não tive tempo. Há um problema na banheira.  Está entupida com esparguete. Não me incomoda muito, parei de tomar banho mesmo. Nota: o cachorro e eu comemos juntos, directamente da geladeira. Tem de ser rápido para não ficar muito tempo aberta. 
Domingo
O cachorro e eu estávamos sentados na cama vendo na TV as pessoas comerem todo o tipo de comida e guloseimas. Ficamos com água na boca. Estamos muito fracos e de mau humor. Comi algo da tigela do cachorro esta manhã.
Nenhum de nós gostou. Devia tomar banho, fazer barba, pentear-me, dar comida ao cachorro, levá-lo para passear, lavar a louça, arrumar, fazer compras, entre outros - mas não tenho forças. Sinto que estou perdendo o equilíbrio e minha visão está sumindo. O cachorro parou de abanar o rabo. Num último acesso de auto-preservação, rastejamos até um restaurante. Comemos vários pratos de boa comida durante mais de uma hora. Depois vamos a um hotel. O quarto é limpo, arrumado e aconchegante.
Encontrei a solução ideal para os serviços de casa. Imagino se minha mulher já pensou nisso...
--------------------------------
artigo recebido via Internet, s/autoria

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 15:27
Quinta-feira , 02 de Fevereiro DE 2006

Se eles mandassem...

Se os homens mandassem no mundo!az.dancar.gif
* O dia dos namorados seria em 29 de Fevereiro, então só ocorreria a cada quatro anos.
* Os telefones desligariam automaticamente após 30 segundos de conversa.
* As perguntas: "Você me ama?", "Você acha que eu estou gorda?" e "O que você está pensando?", seriam consideradas extremamente ofensivas, e então as mulheres jamais as fariam.
* Quando uma namorada quisesse falar alguma coisa durante um jogo de futebol, ela apareceria em um rectângulo pequeno no canto da TV. E durante os comentários do intervalo.
* Os salva-vidas teriam a função de remover certas mulheres da praia por não atingirem o NMB - Nível Mínimo de Beleza.
* O topless seria obrigatório. Sem topless as mulheres não poderiam frequentar a praia.
* A velocidade máxima permitida nas estradas seria 200 km/h. E a mínima seria 120.
* As cervejas nunca precisariam ir para geladeira. Elas viriam com um componente químico que as fariam gelar imediatamente assim que fossem abertas.
* O McDonalds venderia bebidas alcoólicas.
* Todas as mulheres saberiam tudo sobre mecânica, electrónica, hidráulica e informática. Assim eles nunca teriam que perder o
domingo ajudando uma amiga a instalar o chuveiro ou colocar um antivírus no computador.
* O lixo iria para lixeira sozinho e automaticamente.
* Beber muito não causaria "barriga de Cerveja" e sim "bíceps de cerveja".

E não queriam mais nada?

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 14:03
Segunda-feira , 02 de Janeiro DE 2006

O mundo procura HOMENS

homens_3.jpg
O mundo procura homens.

Homens que não se vendam.

Homens honrados, desde o centro até a periferia.

Homens íntegros até ao fundo de seu coração.

Homens de consciência fixa imutável, como a agulha que marca o norte.

Homens que defendam a razão, ainda que os céus caiam e a terra trema.

Homens que digam a verdade, sem temor ao mundo.

Homens que não se vangloriem nem fujam, que não fraquejem nem vacilem.

Homens que tenham valor, sem necessidade de estímulo.

Homens que saibam qual é seu posto… e que o ocupem.

Homens que conheçam seu trabalho e seu dever… e que o cumpram.

Homens que não mintam, nem se esquivem, nem resmunguem.

Homens que queiram comer só o que ganharam.

Homens que mostrem o que devem, e não devam o que mostram.
---------------------------
20/03/2005
Alberto Peyrano y Ógui L. Mauri

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 13:34
Domingo , 25 de Dezembro DE 2005

Natal p/todos os gostos

Natal-muchachospraia8.gif
Com a imagem acima se inicia este blog, em época natalícia.


Para os idosos – são recordações dos tempos áureos.
Restam saudade e fotografias porque os tempos são outros e a idade também.

Para os Homens em geral… é a inveja de uns e a meta de outros   (hihihihihi)
Vamos lá, homens de Deus!
Batalhem no ginásio se quiserem aparecer aqui no próximo Natal!    (hehehe)

Para as mulheres em geral... bem... comentários para quê?
São os machos latinos!!!!! Eles estão por aí. Procurem!!!!!!!!!!!
-----------
1/12/2005
Laura

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima):
LauraBM às 01:02

* TAGS = Temas do blog (Clique em cima)

* Algo sobre mim

* espreitar no blog

 

subscrever feeds

* Novidades no blog

* Links especiais ************

* Antiguidades

* A sair do forno

  • Pois sim, às vezes até mesmo só para chatear porqu...
  • Não vale a pena escolher! As pessoas aparecem nas ...
  • E já viu o resto do blog, Darley? E os outros que ...
  • Passado de mulher é igual a cozinha de restaurante...
  • Tema 1 Como encher fôrmas de gelo. (Passo a passo,...
  • Obrigada, Nuno.A maior parte dos artigos que poste...
  • Há muito tempo não ria tanto. Aliás, chorei de ri...
  • GOSTEI TANTO DA SUA MSG, CONTINUE ASSIM. E PECO PA...

* Mais badalados

favoritos